MEDIAÇÃO FAMILIAR

Cassia Wilbert, Danieli Santos, Audrilara Arruda Rodrigues Campos

Resumo


Este trabalho relata as experiências vivenciadas e a importância do projeto de Mediação Familiar, que evidencia a teoria com a realidade dos acadêmicos, seus questionamentos e reflexão crítica. A família atualmente vem enfrentando diversas situações devido às transformações que ocorrem na sociedade, os novos arranjos familiares acabam abalando a estrutura familiar colocando em risco valores próprios. A mediação familiar é um processo de gestão de conflitos em caso de divórcio ou de separação, foi instaurada com o intuito de preencher as lacunas do sistema judiciário tradicional no que tange às transformações familiares que ocorrem durante as décadas passadas, no qual um casal solicita ou aceita a intervenção confidencial de uma terceira pessoa, onde ambas as partes encontrem por si mesmo as bases de um acordo duradouro e naturalmente aceitável. As intervenções terão como base teórica o modelo sistêmico construcionista social, que entende o sujeito, construindo seu mundo nas várias relações, diálogos e contextos de que participa durante a vida.

Palavras-chave


Família; mediação; intervenção; transformações; conflitos



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC