ESTRATÉGIA SOCIOEDUCATIVAS UTILIZADAS POR PESSOAS POBRES DO MUNICÃPIO DE LAGES/SC, NA APROPRIAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

Luiza Gelsleichter Ludwig, Carmen Lúcia Fornari Diez

Resumo


O objetivo primeiro da investigação é o de identificar as estratégias socioeducativas utilizadas por famílias em condições de extrema pobreza, na apropriação do espaço público. Parte-se do pressuposto da existência de uma nova configuração do espaço público, o qual impõe implicações sobre a população em condições de extrema pobreza, como é o caso da noção de pertencimento e da destituição de vínculos. Isso se faz especialmente pelo enfraquecimento da força política da classe trabalhadora a partir da própria perda da cultura de classe, da emergência da pobreza culminando com a destituição e privação de bens e acessos e pelo enfraquecimento do papel da escola e do trabalho/emprego enquanto promotores de vínculos e de elementos de construção da vida social. Assim sendo, por estratégias socioeducativas, entende-se, para efeito do estudo que se propõe, os recursos de sobrevivência criados pelas famílias em condições de extrema pobreza, as quais guardam implicações de aprendizagens e de construção de novos saberes através da escola e/ou de outras práticas sociais. A identificação das famílias em condições de extrema pobreza para participarem da pesquisa, se dá, a partir de critérios, entre outros, o de habitar em ambientes típicos de favelamento e/ou de ocupação alternativa e ainda o de não possuir vínculos empregatícios formais. Como instrumento de coleta de dados, utiliza-se a trajetória de vida, por meio de entrevistas abertas. Neste caso, adota-se no estudo a noção “gramsciana†de cultura para identificar os elementos subjetivos de construção da identidade social, na qual, pode-se encontrar o sentido das estratégias utilizadas, na apropriação do espaço público, pela população em condições de extrema pobreza, mas especificamente, o CRAS I (Centro de Referência da Assistência Social) que atende os bairros Universitário, Popular, Habitação, Várzea, loteamento Divina Providência, loteamento Novo Tempo, Caça e Tiro, Bom Jesus e Vila Nova.

Palavras-chave


Estratégias; socioeducativas; pobreza; espaço público



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC