AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES PÓS-AMIGDALECTOMIA

Ibanor Giovani Peruzzo Junior, Edmara Laura Campiolo, Fernando Arruda Ramos, Barbara Giovanna Peruzzo

Resumo


O aumento de volume das tonsilas palatina e faríngea é um dos problemas mais frequentes do consultório do otorrinolaringologista. É a principal causa de apneia do sono em crianças, responsável por cerca de 75% dos casos. Sintomas e complicações ocasionados pela obstrução das vias aéreas superiores conduzem a um significante decréscimo na qualidade de vida dos pacientes. A remoção cirúrgica das tonsilas (adenotonsilectomia) é o tratamento de escolha, sendo um dos procedimentos mais realizados pelos otorrinolaringologistas. Este trabalho tem como objetivo comparar os resultados dos questionários sobre qualidade de vida em crianças com aumento de volume das tonsilas antes e após a realização de amigdalectomia. Avaliando os fatores que levaram o paciente a buscar o serviço de Otorrinolaringologia. Trata-se de uma pesquisa descritiva de corte transversal de dados secundários, realizada através de um questionário antes e após a cirurgia de amigdalectomia. O questionário utilizado neste trabalho é um instrumento específico para avaliar o impacto da cirurgia na qualidade de vida dos doentes. Os familiares responderão ao questionário baseando-se na história de dois meses prévios e um mês após a cirurgia. Como resultados pretendidos, espera-se encontrar melhora da qualidade de vida no pós-operatório dos pacientes que realizaram amigdalectomia. Expectativas: demonstrar a importância clínica pós-cirúrgica principalmente em relação ao sono.

Palavras-chave


Tonsilectomia; otolaringologia; qualidade de vida



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC