AÇÃO DOS ATIVOS NA PERMEABILIDADE CUTÂNEA

Uélem Silva

Resumo


INTRODUÇÃO. O presente artigo científico tem como objeto de investigação as diversas formas da ação dos ativos e sua de permeabilidade cutânea, observando o grau de absorção na pele em tratamentos estéticos. Relevância: Na atualidade, muitos tratamentos estéticos têm sido realizados no sentido de esclarecer cada vez mais a permeabilidade cutânea das substâncias ativas incorporadas nos cosméticos. A compreensão do mecanismo que envolve a absorção cutânea tem sido determinante para o melhor aproveitamento das substâncias pelo organismo e eficiência de propriedades terapêuticas dos produtos de uso tópico na prevenção, manutenção e equilíbrio da pele saudável. OBJETIVOS: O presente artigo teve como objetivo investigar as diversas formas da ação dos ativos e sua permeabilidade cutânea, observando o grau de absorção na pele. O MÉTODO: O tipo de pesquisa adotada foi de natureza descritivo-explicativa, pois se buscou compreender as formas da ação dos ativos e sua permeabilidade cutânea e seu grau de absorção. O procedimento metodológico adotado na pesquisa, na busca de conhecimentos consistentes, foi através de livros, revistas e sites especializados no assunto. Sendo assim, as principais fontes encontradas são de natureza bibliográfica. Toda abordagem acerca deste objeto em questão, seus resultados e discussões, se centrou numa reflexão com ênfase na analise qualitativa das informações coletadas. CONSIDERAÇÕES DO AUTOR: Os resultados e discussões identificadas foram: a) Os ativos que estão nas formulações cosméticas penetram na nossa pele. A permeação de ativos na pele depende de diversos fatores, como fisiológico (inerte ao indivíduo), e tecnológico (inerte ao produto), pois a superfície externa da pele apresenta uma resistência natural à ação dos agentes externos; b) Embora seja uma barreira muito eficaz, a pele é semipermeável, podendo ser atravessada por pequenas quantidades ou substâncias capazes de penetrar na camada córnea (principal barreira da permeação); c) Para uma efetiva absorção dos ativos, a substância precisa possuir características hidrofílicas (afinidade com água) e lipofílicas (afinidade com óleo). Desta forma, a absorção de substâncias ocorre através de duas vias principais: a via transepidérmica e a via anexial; e) Constatou então, várias formas capazes de facilitar a permeação de ativos na pele, sejam elas através de aparelhos, da propriedade físico-química dos cosméticos, do veículo utilizado, e de aspectos cutâneos fisiológicos. Por fim, existem procedimentos estéticos que de certa forma auxiliam a uma maior permeabilidade e receptividade aos ativos, como por exemplo, as massagens e a esfoliação. Desta forma, o resultado de muitos tratamentos de beleza depende da eficácia da permeabilidade dos produtos cosméticos e cada vez mais associados ao bem estar geral e os cuidados com saúde e autoestima.

Palavras-chave


Permeabilidade cutânea; Ativos; pele; absorção.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC