Oficina Gourmet em Centro Especializado em Reabilitação

Nilceia Aparecida Correa, Priscila Schneider, Alessandra Zanoni, Elusa Camargo de Oliveira Machado, Silvana Bortolozzo

Resumo


A reabilitação de pacientes com deficiência física visa à redução de déficits a fim de aproximá-los de sua condição anterior a nível físico, psicológico e social. No Centro Especializado em Reabilitação (CER) II – UNIPLAC são atendidos pacientes com deficiência física e intelectual que apresentam níveis de capacidade funcional diferentes para os quais a reabilitação é planejada singularmente e em conjunto, à medida que grupos de pacientes possuem demandas semelhantes. Uma das pacientes atendida no serviço, vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC) trabalhava anteriormente com produção de pães caseiros. Mas, com as sequelas do AVC deixou de fazer os pães, bem como outras atividades em seu cotidiano. Então, buscou-se atender sua necessidade de reabilitação de treinamento de atividades de vida diária na cozinha adaptada do CER, estimulando o uso de braço parético junto ao outro. Com ela outros pacientes se integraram, também com alterações motoras e dificuldades quanto ao reconhecimento de limites e possibilidades relativos a sua autonomia. Por isso, o grupo foi criado com o objetivo de desenvolver independência dos pacientes. E tinha como objetivos específicos desenvolver a capacidade funcional; estimular as funções sensoriais; melhorar a coordenação motora global. Para tanto, procurou-se trabalhar na cozinha adaptada do CER com grupo de três a seis pacientes com receitas que possibilitassem trabalhar texturas, a coordenação motora, bem como o exercício da capacidade de planejamento e execução das receitas. Observou-se durante as oficinas, que ocorriam quinzenalmente, o cuidado com os riscos presentes nesse ambiente, bem como procurou-se trabalhar a cooperação entre os pacientes e entre eles e seus acompanhantes de modo a respeitar seus limites e possibilidades. Como resultados, os pacientes surpreenderam-se com o que antes lhes parecia impossível e aprenderam sobre as adaptações necessárias e cuidados para preparar receitas que gostam. Junto à execução das receitas os pacientes, acompanhados pelos familiares, puderam demonstrar suas possibilidades de modo que os limites do que podem fazer se tornassem mais claros para ambos.

Palavras-chave


Reabilitação; Deficiência; Atividades de Vida Diária.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC