OCORRÊNCIA DE INTOXICAÇÃO POR AGROTÓXICOS EM TRABALHADORES RURAIS EM REGIÃO DA SERRA CATARINENSE

Tiago Nogueira, Aryane Evaristo, Larissa Morello, Simone Vassem de Oliveira, Kelly Scherer Oliveira, Lenita Agostinetto, Ana Emília Siegloch, Bruna Fernanda da Silva

Resumo


O aumento crescente da agricultura na Região da Serra Catarinense tem provocado o consequente incremento no uso de agrotóxicos, este fato, pode culminar com o aumento dos casos de contaminação humana e colocar em risco à saúde do trabalhador rural. Diante disto, o objetivo desta pesquisa é investigar possíveis casos de intoxicação humana causadas pelo uso de agrotóxicos em área rural de um municipio da Serra Catarinense. O estudo será realizado em duas etapas: a primeira etapa da pesquisa já está sendo executada, e refere-se ao levantamento de possíveis casos de intoxicação por agrotóxicos de pomicultores em uma comunidade rural do município de São Joaquim, SC. Os participantes da pesquisa, portanto, serão cerca de 100 pomicultores da localidade que cultivam maçã no Sistema Convencional ou no Sistema de Manejo Integrado de cultivo. Nesta etapa da pesquisa, a coleta de dados está sendo desenvolvida por intermédio de uma entrevista aos pomicultores, e para isto tem se utilizado um questionário semi-estruturado, com perguntas fechadas e algumas abertas, relacionadas à intoxicação por agrotóxicos. Na segunda etapa da pesquisa, e já conhecendo cada participante, será feito um levantamento de dados nos prontuários na Unidade Básica de Saúde que presta atendimento aos pomicultores daquela região. Com isso, busca-se fazer uma analogia entre as respostas dos entrevistados e o seu possível prontuário de atendimento, e assim, levantar os casos de intoxicação por agrotóxicos nos pomicultores do local. Este projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNIPLAC segundo o parecer nº 1.750.908. A primeira etapa desta pesquisa teve início no mês de agosto de 2017 e encontra-se em fase de coleta de dados, sendo que até o momento foram levantadas informações de cerca de 30 trabalhadores rurais, assim, os dados estão sendo coletados e os que já foram estão em processo de tabulação. A segunda etapa da pesquisa será desenvolvida após a conclusão da primeira etapa. Após o término das entrevistas e da tabulação dos dados, estes serão submetidos aos procedimentos estatísticos descritivos (médias e porcentagens). No final desta pesquisa espera-se conhecer a atual situação de contaminação por agrotóxicos dos trabalhadores rurais da região estudada e orientá-los em relação ao uso e gestão adequada destes químicos na propriedade, bem como, ao cuidado que devem ter com a sua saúde ao manusear os agrotóxicos.

Palavras-chave


Contaminação; Diagnóstico; Pesticidas; Saúde



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC