Politelia e Polimastia

Jéssica da Silva Goulart

Resumo


A Unidade Educacional Eletivo do Curso de Medicina da UNIPLAC possibilita ao estudante o contato com os serviços de saúde. No ano de 2017, elegeu-se a área da Mastologia, Ginecologia e Obstetrícia como cenário de atividades práticas. Durante esse período observou-se um caso de polimastia mais politelia, motivo pelo qual despertou-se o interesse em aprofundar o assunto. O objetivo deste estudo é definir essas alterações, bem como entender sua causa, epidemiologia e características. A metodologia utilizada foi com base em relatos de caso publicados na Revista Brasileira de Mastologia, Revista Médica Oficial do Hospital Universitário da UFJF, Iraqi Journal of Medical Sciences, Fonseca GM et al/Colombia Médica, e International Journal of Current Research and Review, publicados entre 2004 a 2016. Polimastia, ou mama acessória, é a presença de tecido mamário extra numerário. Sua incidência é cerca de 1 a 5% da população, e o local de aparecimento segue a linha mamária na região torácica e abdominal, em 67%, e 20% na região axilar. A politelia, ou mamilo acessório, é uma lesão congênita resultante de vestígio ectodérmico. É uma anomalia congênita benigna com incidência de 0,2 a 5,6%, predominando no sexo feminino. Por volta da sexta semana de desenvolvimento embrionário, o folheto ectodérmico espessa-se bilateralmente e forma faixas ao longo da face ventral do embrião. Entre o 2º e 3º mês de vida fetal, ocorre um espessamento adicional dessas faixas, formando cristas mamárias, que se estendem bilateralmente, desde a axila até a região inguinal. Espera-se que dois pontos focais, em região peitoral, se desenvolvem em glândulas mamárias e o restante das cristas mamárias regridem. Caso a regressão seja incompleta, um tecido mamário acessório resulta em polimastia, com ou sem um complexo mamilo-areolar. Conclui-se, a partir desse estudo, que tanto a politelia quanto polimastia são alterações benignas encontradas, em ambos os sexos, ao longo da linha mamária e podem ter os mesmo achados benignos e malignos que o tecido mamário normal.

Palavras-chave


Polimastia; Politelia; Mama.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC