IDENTIFICAÇÃO DOS BIOATIVOS DO Heliotropium indicum (L.) COMO PROPOSTA DE FORMULAÇÃO DE UMA POMADA ANTIMICROBIANA FITOTERÁPICA PARA O COMBATE DE PATOLOGIAS DERMATOLÓGICAS HUMANAS (MICOSE)

Carlos Pereira Martins, Maria Benta Cassetari Rodrigues, Maria Magali Tagliari Graf

Resumo


A utilização de plantas medicinais para tratamento, cura e prevenção de doenças é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. De acordo com as perspectivas da modernidade no contexto contemporâneo, a saúde do futuro estará voltada para a medicina preventiva, onde a ciência buscará na natureza meios profiláticos que auxiliem o homem na defesa de seus males. Desta forma, a utilização de ferramentas adequadas é um critério importante na qualidade química do produto, pois uma baixa concentração das características secundárias poderá alterar o resultado final. O problema desta pesquisa a ser solucionado é o uso do extrato liofilizado do fedegoso (Heliotropium indicum L.) pela população como antimicrobiano na cura de patologias dermatológicas (micoses) sem os conhecimentos fitoterápicos da espécie. Por isso, esta pesquisa tem como objetivo caracterizar os marcadores químicos presentes na tintura obtida do Heliotropium indicum L. avaliando o potencial antimicrobiano da espécie em estudo. A espécie abordada neste estudo mostrou indumento diversificado, exibindo, em geral, diferentes tipos, tanto nas estruturas vegetativas, como nas reprodutivas. Pela avaliação granulométrica a droga vegetal foi classificada como pó grosso. O perfil químico indicou a presença das seguintes classes químicas: açúcares redutores, fenóis e taninos, esteróides e triterpenóides, carotenoides, flavanóides e indicativo de proazulenos. As análises fitoquímicas e microbiológicas foram realizadas nos laboratórios de Bioquímica e Microscopia. Já a avaliação do potencial biológico da espécie em estudo apresentou inibição das cepas de Escherichia coli (ATCC 8739) e inibiu o crescimento dos fungos Aspergillus fumigatus. Neste contexto cabe um olhar globalizador baseado na Estratégia de Saúde da Família (ESF), onde as equipes atuam com ações de promoção, prevenção, recuperação e manutenção da saúde, de tal modo, o enfermeiro poderá traçar um olhar científico voltado à pesquisa baseado em fitoterápicos uma vez que se devem considerar medicamentos de baixo custo e de fácil acesso. A ciência contemporânea, desde sua origem, revelou-se como um saber favorável a sociedade. A relevância social que se distingue tem por anseio valer-se de saberes no ponto de vista de conciliação da teoria e prática. Suas hipóteses são de que a semelhança qualitativa não deve estabelecer-se de alicerce para produzir informação, logo, exclusivamente o quantificável é seguro, por conseguinte “ciência”.

Palavras-chave


Heliotropium indicum; Microbiologia; Patologias; Dermatologia.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC