Moeda Verde

Clovisson Menotti Boeira de Oliveira, Ana Paula de Oliveira, Renata Muniz Ortiz, José Batista da Rosa

Resumo


A reciclagem já é um assunto conhecido de grande importância para a redução de resíduos no meio ambiente. A escola Cedup Caetano Costa,está localizada no meio rural, oferece a modalidade de Ensino Médio concomitante com ensino profissionalizante de técnico em agropecuária. A formação profissional de técnico em agropecuária trabalha com muitas atividades relacionadas ao meio rural, e assim, a atenção ao meio ambiente é fundamental. A escola produz alimentos hortícolas e mudas florestais, sendo que todos os alimentos são destinados ao próprio refeitório da escola. No entanto, em alguns períodos da produção, o consumo não consegue absorver toda a produção, a qual passa a ficar vulnerável ao descarte, devido à depreciação, perdas e pela falta de outras formas alternativas de aproveitamento. É fundamental um conjunto de esforços para que as perdas e desperdícios sejam reduzidas, evitando dessa maneira o desperdício alimentar. Nesse sentido, em certos períodos da produção existe uma oferta de alimentos hortícolas e mudas florestais maior que a demanda, podendo esses produtos serem direcionados para o projeto. O objetivo do projeto é aproveitar os alimentos e mudas produzidos que não são absorvidos pelo consumo interno para trocas com estudantes e comunidade por materiais recicláveis, promovendo a conscientização ambiental com os estudantes e comunidade, e assim destinar corretamente os materiais recicláveis produzidos no ambiente escolar e familiar. Para desenvolver esse projeto a escola possui uma estrutura diferenciada das escolas de ensino médio. Como a formação é direcionada a técnico em agropecuária, sendo que as disciplinas técnicas utilizam de campo de produção para que os alunos possam atuar na prática as atividades relacionadas com a formação. Nesse sentido, existe uma área de 18.000m2, sendo plantados durante o ano as seguintes culturas: alface, cebola, beterraba, cenoura, couve-flor, couve-brócolis, couve-manteiga, ervilha, pepino, pimentão, repolho, tomate, rúcula, rabanete, chicória, almeirão e condimentos (salsinha, manjerona, pimenta). Da mesma forma, existe uma estufa com 300m2 onde há produção de mudas florestais, sendo que algumas são comercializadas e outras plantadas na área da escola. As trocas serão realizadas a cada dois meses, sendo que será feito um levantamento dos produtos hortícolas e mudas florestais em excesso e estes serão trocados por materiais recicláveis. As ações serão realizadas na comunidade escolar Caetano Costa, nas escolas da cidade de São José do Cerrito e na comunidade em geral. Os materiais recicláveis serão separados em categorias de plástico, papel e metal, os quais serão pesados e convertidos em equivalência de produto, ou seja, para cada quilograma de material reciclável será corresponde a uma unidade para produtos como exemplo alface, couve-flor, chicória, almeirão, rúcula, repolho e a 500 gramas para produtos por peso como beterraba, pimentão, tomate, rabanete. Nesse sentido, o envolvimento com a reciclagem assume um papel fundamental na preservação do ambiente, sendo que essa troca de materiais reciclados pelos produtos hortícolas e mudas florestais, permitem que aos alunos e comunidade uma visão sobre o tema, fazendo que ampliem uma reflexão sobre a importância que cada um pode contribuir o seu ambiente onde vive.

Palavras-chave


Meio ambiente; Reciclagem; alimentos hortícolas; mudas florestais



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC