PROGRAMA AVALIAR: PSICODIAGNÓSTICO E TRIAGEM NA CLÍNICA DE PSICOLOGIA DA UNIPLAC

Estela Maris Camargo Bernardelli

Resumo


O presente trabalho se refere ao relato das práticas de estudantes e professores de Psicologia da UNIPLAC junto ao projeto de extensão Programa Avaliar. Segundo a Resolução 007/2003 do Conselho Federal de Psicologia - CFP, a avaliação psicológica é entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação de informações a respeito dos fenômenos psicológicos através de estratégias psicológicas, métodos, técnicas e instrumentos. A avaliação psicológica orienta e auxilia processos psicoterapêuticos ou psicopedagógicos, educativos e de saúde, contribuindo no âmbito jurídico, em perícias psicológicas com a finalidade esclarecer possíveis danos psicológicos, e os nexos causais, condições psicológicas associadas a competências parentais entre outras. O projeto Avaliação Psicológica objetiva compreender processos psicológicos a partir das principais estratégias de diagnóstico e avaliação utilizadas pelos psicólogos na prática clínica, voltadas às necessidades dos sujeitos e das Instituições. Especificamente busca capacitar acadêmicos do curso de Psicologia para atuação prática em avaliações e perícias psicológicas, através do domínio de estratégias de investigação baseadas no saber científico e elaboração de documentos decorrentes deste processo; Avaliar psicologicamente sujeitos e famílias que buscam atendimento psicológico junto à Clínica Integrada de Psicologia da UNIPLAC; Avaliar crianças com dificuldades de aprendizagem a fim de subsidiar intervenções psicopedagógicas ou psicoterapêuticas; Realizar psicodiagnóstico buscando obter uma compreensão profunda e completa da personalidade do paciente ou da família, incluindo diagnóstico, encaminhamento e/ou tratamento. Este programa se justifica, a partir da compreensão de que tais procedimentos poderão auxiliar nos esclarecimentos de dúvidas acerca de problemas, situações ou fatos, bem como oferecer um suporte às Instituições de onde se originaram as demandas, com diretrizes e orientações fundamentadas em um saber científico. A partir dessas considerações no presente programa os acadêmicos do curso de Psicologia da Universidade do Planalto Catarinense realizaram processos de avaliação e perícia psicológica de crianças, adolescentes, adultos e idosos, como forma de compreender processos psicológicos, a fim de subsidiar processos psicoterapêuticos, de aprendizagem e jurídicos. Dentre os instrumentos ou procedimentos utilizados, estão: entrevistas; aplicação de testes psicológicos psicométricos e projetivos; interação com uso de jogos e brinquedos. Para cada processo avaliativo ou pericial foi produzido um relatório ou laudo pericial, encaminhado a instituição solicitante, bem como os sujeitos avaliados receberam devolutivas dos resultados da avaliação. Participaram do projeto 07 (sete) estudantes de Psicologia e 02 (dois) professores orientadores. Desde março até setembro de 2017 foram concluídas 36 avaliações psicológicas, 07 estão em andamento e 13 desligamentos a pedido. O processo de avaliação tem se mostrado relevante para atender especialmente à demanda da clínica de psicologia da UNIPLAC junto à triagem de pacientes e processo de psicodiagnóstico inicial para inclusão em processo de psicoterapia. Esse projeto tem ampliado a aprendizagem da prática profissional psicológica, não só pela aplicação de instrumentos, mas pela compreensão de todo processo de avaliação psicológica.

Palavras-chave


Avaliação Psicológica; Psicologia; Interdisciplinaridade.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC