VIVÊNCIAS DO PET GRADUA-SUS ENFERMAGEM NA VIGILÂNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

SONIMARY ARRUDA, Daianne MACHADO BARBOZA, ANA PAULA DA SILVA BARBOZA, ADILSON ANGELO FARIA, LIDIANE KUCZKA, BREENDA KAROLAYNE MACHADO DA SILVA, ERICA ZAMBAM CARDOSO, LARISSA RIZZI SOUZA DE OLIVEIRA

Resumo


O presente relato de experiência objetiva expor as vivências adquiridas pelas acadêmicas do curso de Enfermagem de uma instituição de ensino superior de Santa Catarina, inseridas no Programa de Educação pelo Trabalho (PET) Gradua SUS sobre a saúde do trabalhador, esta vivência foi desenvolvida a partir de uma visita realizada a um centro de atendimento especializado em saúde do trabalhador de um município da Serra Catarinense. Um dos eixos abordados nas atividades de Tutoria e preceptoria do PET foi a temática da Saúde do Trabalhador, o que nos possibilitou o reconhecimento desta área de estudo como de extrema relevância para a formação do futuro enfermeiro. Através das vivências adquiridas como bolsistas é possível problematizar nossa formação junto com a prática e principalmente ser um profissional diferenciando para atuar nos serviços de saúde. O estudo desta problemática surgiu através de uma inquietação dos estudantes referente à assistência à Saúde do Trabalhador no município, durante a preceptoria, momento em que o bolsista do PET está em contato direto com o universo do trabalho. Para atender essa inquietação foi-nos proposto inicialmente a realização de um curso on-line na plataforma do UNA-SUS que foi desenvolvido no mês de maio de 2017, durante os encontros de tutoria do PET, o qual abordou a Vigilância em saúde do Trabalhador e Trabalhadora com uma carga horária de 30h. Na atividade de preceptoria para atender a expectativa de conhecer a atenção a saúde do trabalhador no município, agendamos uma visita ao serviço de referência do município, Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST). No segundo momento tivemos uma palestra com o psicólogo que atua no CEREST. No terceiro momento realizamos a leitura de artigos sobre o referido tema. Identificamos que CEREST é um serviço voltado para a saúde do trabalhador, seja por meio de planejamento e desenvolvimento de ações de vigilância à saúde do trabalhador, como também a recuperação e a reabilitação de trabalhadores acometidos por acidentes de trabalho. Este serviço tem a finalidade de atuar como órgão fiscalizador baseado nos achados e registros de um hospital da Serra Catarinense, onde este é a porta de entrada para acidentes sendo trabalhista ou não. Na busca para compreender melhor a assistência da saúde do trabalhador, foi possível observar a lacuna que existe entre os serviços na atenção básica e na especializada, relacionado a atenção a saúde do trabalhador. Percebemos que a falta de conhecimento dos fluxos pelo qual o trabalhador que sofreu um agravo no trabalho deve seguir, por vezes é negligenciado pelos profissionais que atuam nas portas de entrada de atenção a saúde, o que acaba interferindo na relação e na assistência do paciente durante o momento que necessita ser encaminhado para o serviço de atenção a saúde do trabalhador, para que possa gozar dos direitos e prerrogativas legais referente a esta questão.

Palavras-chave


saúde do trabalhador; vigilância em saúde



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC