Grupo de Familiares de Pessoas com Autismo e outras Deficiências

Vivian Fatima de Oliveira, Helen Baumgart Costa, Adriana Alves da Motta, Marcilene Delfes Stanck, Aline Marx Sartor, Magali Magali Carmem Feijó Vargas

Resumo


O Grupo de Familiares de Pessoas com Autismo e outras Deficiências, projeto de extensão do curso de Psicologia da UNIPLAC em parceria com o Centro de Atendimento Especializado em Reabilitação – CER II Uniplac, é conduzido por uma psicóloga e estagiárias deste referido curso. Dessa forma, sob o ponto de vista cientifico, é de extrema importância dentro da formação profissional, o contato com essa atuação. No que concerne à relevância social, é de grande valia o cuidado com a rede de apoio e promoção de ações de conscientização para todas as pessoas envolvidas no contexto do Transtorno do Espectro Autista e outras deficiências como Síndrome de Down e Deficiência Intelectual. O grupo ocorre em formato de roda de conversa, permeado com dinâmicas, vídeos, tarefas de casa, para o melhor entendimento e elaboração dos sentimentos em relação às deficiências. O objetivo geral do projeto é proporcionar aos familiares de pessoas com TEA e outras deficiências apoio, trocas de experiências e atualizações científicas na área. Já no que concerne aos objetivos específicos: formar uma rede de apoio para familiares de pessoas com TEA e outras deficiências; conhecer atualidades teórico-científicas sobre TEA e outras deficiências; estudar atualidades sobre o TEA e outras deficiências; compreender aspectos inerentes ao comportamento, desenvolvimento e funcionalidade do TEA e outras deficiências com garantia às especificidades de cada sujeito; estabelecer trocas de experiências com familiares, estudantes e profissionais e disseminar informações acerca do TEA e outras deficiências. Dentre as temáticas até então trabalhadas, destacam-se: luto após o diagnóstico, sexualidade, comunicação, preconceito, futuro das pessoas com TEA e outras deficiências. Os familiares também se mobilizaram e convidaram dois vereadores para participação no grupo em que relataram suas dificuldades com os filhos e sugeriram dois projetos de lei: um referente à criação de um parque sensorial adaptado para pessoas com TEA e outas deficiências e também a prioridade nas filas em estabelecimentos públicos. Ao longo do ano, além dos encontros com os grupos em uma frequência semanal, foram realizadas ações como o 02 de abril, alusivo ao dia mundial de conscientização sobre o autismo no Calçadão da Praça João Costa, com distribuição de folhetos informativos sobre mitos e verdades referentes ao TEA; também, em paralelo a essas ações, durante o mês de abril, foi realizado o movimento “light it up blue” na Uniplac; em maio, com a parceria do curso de Cosmetologia e Estética foi proporcionado às mães o “Dia da Beleza” com cortes e penteados de cabelo, maquiagem e design de sobrancelha; em julho, no período de férias escolares foi desenvolvida uma tarde de atividades lúdicas para os filhos dos participantes do grupo e em 21 de setembro, dia mundial de luta pelos direitos das pessoas com deficiência (PCDs) o grupo também participou da Mostra de Ações e Entidades relacionadas às PCDs. Conclui-se que este grupo, diante de todos os encontros e ações já realizadas, encontra-se cada vez mais fortalecido e reflexivo, em direção às garantias de seus direitos, autonomia cidadã, bem como saúde e qualidade de vida.

Palavras-chave


Grupo de Familiares; Autismo; Deficiências



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC