PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM DIABÉTICOS

Marina Arns

Resumo


O interesse por esta revisão de literatura surgiu a partir das experiências vivenciadas durante o período de Estágio Eletivo do 3° ano do curso de Medicina da Universidade do Planalto Catarinense, realizado no serviço de Clínica Médica do Hospital Tereza Ramos. O objetivo deste trabalho é estabelecer uma análise epidemiológica sobre a relação da Diabetes Mellitus (DM) tipo 2 com Doenças Cardiovasculares (DCV). Foi realizada uma revisão de literatura com pesquisa através de base de dados do Portal Regional da Biblioteca Virtual de Saúde, utilizando artigos de revistas científicas online como SCIELO e LILACS, além de literaturas consagradas como Medicina Interna de Harrison, totalizando cinco obras. A Diabetes Mellitus tipo 2 é um grupo heterogêneo de distúrbios caracterizados por graus variáveis de resistência à insulina, menor secreção de insulina e maior produção de glicose. Estas desregulações metabólicas associadas a DM tipo 2 tem como consequência alterações fisiopatológicas secundárias nos diversos sistemas do corpo, dentre eles o sistema cardiovascular. Segundo alguns estudos, as melhoras crescentes no tratamento da DM vêm, por conseguinte, aumentando a expectativa de vida do paciente diabético, resultando em maior prevalência de complicações crônicas, destacando-se a doença cardiovascular. Esse dado é ratificado em diversas literaturas que constataram que mais de 50% da mortalidade dos pacientes com DM2 está associada à DCV. A incidência, por exemplo, da doença arterial coronariana e cerebrovascular é cerca de duas a quatro vezes maior nos pacientes com diabetes mellitus tipo dois do que na população geral. Além disso, estes pacientes com DCV desenvolvem um pior prognóstico e uma menor sobrevida se comparados com os indivíduos não-diabéticos. A Diabetes Mellitus é considerada, atualmente, um dos maiores e mais sérios problemas de saúde pública em países desenvolvidos e em desenvolvimento devido à sua elevada prevalência. Conclui-se que esta doença acarreta também no aumento da prevalência do número de doenças cardiovasculares, as quais além de importante causa de morbimortalidade, também assumem importante papel socioeconômico com custos diretos da doença ou indiretos para o país.

Palavras-chave


Diabetes Mellitus; Doença Cardiovascular; Prevalência



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC