VÍNCULO NA ATENÇÃO BÁSICA

Guilherme Zinelli

Resumo


O vínculo entre profissionais da área da saúde e usuários do sistema de saúde é uma possibilidade de construção de uma nova prática que busca a melhoria da qualidade da atenção à saúde. Sendo uma relação estreita e duradoura entre o profissional e o paciente, permite, com o decorrer do tempo, que se estreitem os laços criados, facilitando a continuidade do tratamento. O objetivo deste trabalho é analisar a significância do vínculo formado entre profissionais de saúde e pacientes na busca do bem-estar do usuário dos serviços de saúde de atenção básica. Como método analisaram-se artigos recentes disponíveis via online para estudo. Foram observados nestes estudos, uma valorização dos profissionais da área de enfermagem, incluindo-se enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, no estabelecimento do vínculo, seja com o usuário de forma direta, sua família ou com a comunidade. É percebido pelos usuários maior proximidade, o que resulta no compartilhamento de informações muito além dos problemas biológicos, incluindo, de foro íntimo. É sabido que o vínculo está pautado em relações de confiança e que não é estabelecido de forma imediata e, para que seja estabelecido, é preciso que o usuário e a família tenham tempo suficiente para expor suas angústias e preocupações. Além disso, o profissional deve estar disponível para escutá-lo, dar a atenção necessária e propor soluções para os problemas e fatos expostos. A Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), em sua temática estudada em 2011, quando comparada à sua versão anterior, publicada em 2006, possuium avanço conceitual no que diz respeito ao “vínculo”. No texto, em 2006, a expressão aparece escrita 6 vezes. Já em 2011, temos 12 ocorrências da palavra, evidenciando a importância do papel do vínculo entre profissionais de saúde e usuários na construção de planos de cuidado. Conclui-se com a análise destas publicações que o vínculo é motivo de estudos e inquietação entre diversos profissionais da área da saúde. A necessidade de saber mais da história, de conhecer o contexto da vida de cada indivíduo e poder efetuar um acompanhamento longitudinal para a formulação de uma resposta de atenção amparada na integralidade fortalece a importância do vínculo, principalmente, porque ele possibilita ampliar e qualificar o acesso a informações relevantes.

Palavras-chave


VÍNCULO; ATENÇÃO BÁSICA; INTEGRALIDADE



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC