O ENFERMEIRO NA PREVENÇÃO DE QUEDA DE IDOSOS HOSPITALIZADOS EM UM MUNICÍPIO DA SERRA GAÚCHA

SONIMARY ARRUDA, RAFAELA DA ROZA ANDRIGHETTI

Resumo


A população idosa brasileira vem crescendo de maneira rápida, o processo do envelhecimento atinge os fatores biológicos, psicológicos e sociais, por vezes, gerando estado de dependência. Fato comum também nesta faixa etária são as quedas, que por vezes, causam dependência e podem ser ocorrências de certa gravidade. Desta forma, prevenir a queda entre a população idosa, principalmente em ambientes hospitalares é de extrema importância, pois se reduzem custos proporcionado uma melhoria ou manutenção de sua saúde e qualidade de vida. Diante do exposto, e entendendo a relevância da temática no contexto da saúde e da enfermagem, o interesse por esta área de estudo surgiu durante a trajetória acadêmica na participação da pesquisadora como bolsista do Programa de Educação pelo Trabalho (PET) - Redes de Urgência e Emergência, ano de 2015, neste projeto foi desenvolvido uma oficina com a temática “Queda de Idosos” em um bairro do município de Lages – SC. A partir desta vivência e entendendo ser o papel do enfermeiro nas unidades de internação hospitalar, um elo chave para qualidade da assistência prestada aos idosos hospitalizados, esta pesquisa tem como objetivo problematizar a atuação dos enfermeiros dos setores de internação clínica e cirúrgica de um Hospital de médio porte de um município da Serra Gaúcha na prevenção de queda de idosos hospitalizados. E como objetivos específicos avaliar os fatores de risco de queda dos idosos hospitalizados com auxílio da Escala de Queda de Morse, identificar as ações institucionais e conhecer a atuação dos enfermeiros na prevenção à queda de idosos. O presente projeto está em fase de desenvolvimento e tem parecer favorável do CEP para sua execução conforme parecer nº 2.157.684. Participaram desta pesquisa 16 idosos que estavam hospitalizados no momento da coleta de dados e 9 enfermeiros lotados nas unidades de internação clínica e cirúrgica e do Núcleo de Segurança do Paciente. O presente estudo caracteriza-se por uma pesquisa de caráter quali-quantitativo. A primeira etapa foi o contato com a gerente de enfermagem para a autorização da realização da pesquisa na instituição, na segunda etapa, a coleta dos dados quantitativos, foi realizado através da aplicação da Escala de Queda de Morse para avaliação dos fatores de risco de quedas e a terceira etapa com a coleta dos dados qualitativos, se deu com a realização de uma entrevista semi estruturada com os 9 enfermeiros lotados nas unidades de internação clínica e cirúrgica e do Núcleo de Segurança do Paciente. Os dados foram coletados no mês de agosto, o método de análise é análise de conteúdo. Espera-se que esta pesquisa desperte a maior sensibilização dos enfermeiros quanto à importância da prevenção da queda de idosos internados na instituição, e consequentemente impacte na diminuição do índice de quedas nesta faixa etária, trazendo maior segurança aos idosos e familiares, melhora da qualidade na assistência prestada, menor tempo de internamento, resultando na melhor qualidade de vida aos idosos após a hospitalização.

Palavras-chave


Enfermeiros; Idosos; Queda



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC