OS DESAFIOS DA IMPLANTAÇÃO DO PRONTUÁRIO ELETRÔNICO DO PACIENTE

Leandro Lorenzetti, Sabrina Bet

Resumo


O prontuário do paciente é um documento essencial para a assistência integral e continuada ao paciente, colaborativamente, construído a partir de informações do paciente. Este trabalho mostra a importância da informática como ferramenta de melhoria no processo de registro de dados de pacientes nas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) dos municípios de Urubici e Rio Rufino, possibilitando a construção de um ambiente atrativo e motivador, não baseado apenas no método manual e arquivo, como é tradicionalmente trabalhado com pacientes em geral. O primeiro passo, para desenvolver um PEP é o entendimento de que a construção do prontuário eletrônico é um processo (WAEGEMANN, 1996). Segundo IOM (1997), o Prontuário eletrônico do Paciente proporciona vantagens tais como: facilidade no acesso das informações bem como sua agilidade; a disponibilidade remota, ou seja, o acesso por meio de linha de comunicação através de computadores; o uso simultâneo por várias pessoas – multiusuários autorizados. De modo geral, o princípio básico de construção do PEP baseia-se na integração da informação clínica e administrativa de pacientes individuais. Assim, uma vez adquirida a informação, ela é registrada para fins de armazenamento e compartilhada entre os profissionais de saúde, de acordo com os direitos de acesso de cada um (MASSAD, MARIN e AZEVEDO NETO, 2003). Este projeto tem como objetivo apresentar caminhos para a implantação do PEP nas UBS’s do interior de Santa Catarina. Busca identificar o atual estado da infraestrutura de hardware, software e pessoas das Unidades Básicas de Saúde de Urubici e Rio Rufino, para isso foi realizado visita in loco, nas UBS’s de Urubici e Rio Rufino, e através de aplicação de questionários e entrevistas com os funcionários, foram analisadas as respostas dos entrevistados e proposto melhorias, com base nas respostas. As UBS’s foco da pesquisa, já possuem a prática do uso de software, tais como em Urubici, utiliza-se Softwares, como: CADWEB, SIS Pré-Natal, SISCAN, SINAN e o Betha (dispensão de medicamentos) e em Rio Rufino, utiliza-se de softwares, como: E-SUS Prontuário Eletrônico. Esta pesquisa vem propor melhorias para a implantação de PEP nas Unidades Básicas de Saúde de Urubici e Rio Rufino, esta etapa encontra-se em fase de desenvolvimento e é importante ressaltar que estão sendo considerados aspectos de infraestrutura de hardware e software, análise da capacitação técnica e cultura organizacional.

Palavras-chave


Prontuário Eletrônico; Unidade Básica de Saúde; Tecnologia da Informação



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC