A ATUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE: UMA VIVÊNCIA A PARTIR DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

AUDRILARA ARRUDA RODRIGUES CAMPOS, DORACI ROSA GRACIANO LEMOS DE OLIVEIRA

Resumo


Introdução: O presente relato se constitui a partir da exposição da experiência vivenciada por meio do processo ensino e aprendizagem realizado através do Estágio Curricular Obrigatório no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde, no Núcleo de Apoio a Saúde (NASF) realizado no período de março de 2016 a agosto de 2017. Objetivo: Conhecer a práxis do Assistente Social na área da Saúde e as expressões da questão social neste contexto, bem como o exercício interdisciplinar no cotidiano do trabalho profissional. Método de Intervenção: O estágio supervisionado curricular, oportuniza o acadêmico acompanhar a atuação do profissional de Serviço Social, a partir dos conhecimentos teóricos e saberes práticos da intervenção profissional. O NASF está inserido na Atenção Básica, atuando integradamente com as equipes multiprofissionais, equipes de Saúde da Família (ESF). Esta atuação integrada permite realizar estudo de caso, possibilita o atendimento compartilhado entre profissionais, tanto na Unidade de Saúde como nas visitas domiciliares, permite a construção conjunta de ações e projetos de forma que amplia e qualifica as intervenções no território e na saúde de grupos populacionais. Entretanto as ações do Serviço Social situam-se no espaço de promoção da cidadania e de produção de estratégias fomentando e fortalecendo a rede socioassistencial, propiciando maior integração entre os serviços e os serviços de saúde nos territórios adscritos, contribuindo para o desenvolvimento de ações intersetoriais que visem ao fortalecimento da cidadania. Assim o Serviço Social possui atribuições fundamentais, nas quais necessita ter domínio de técnica e conhecimento que vão determinar a conquista de respostas profissionais sustentáveis para intervir neste contexto. O profissional deve encontrar possibilidades e espaços para formular respostas que visem superar dificuldades através de seu conhecimento teórico e metodológico, com posicionamento ético político. Porém, os instrumentos de trabalho são elementos essenciais do processo de trabalho, potencializando a ação profissional. Considerações: A partir do conhecimento adquirido no estágio curricular obrigatório, pode se perceber que o profissional de Serviço Social, no exercício interdisciplinar deve estar pautada nos fundamentos teórico-metodológicos, ético-político e técnicooperativo, oportunizando assim, que o profissional disponha de um olhar crítico para o enfrentamento da realidade, realizando juntamente com toda equipe e os usuários, estratégias criativas e transformadoras.

Palavras-chave


Serviço Social; interdisciplinariedade; Atenção Básica de Saúde.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC