LIDERANÇA INTRAEMPREENDEDORA

Juliano Branco de Moura, Valdir do Espírito Santo Pereira, Nestor Augusto Germano

Resumo


Haja vista o contexto da globalização, fusões, crescimento dos empreendimentos nos formatos de multinacionais, as demandas da sociedade e também as unidades de negócios, percebe-se que além da característica de novos negócios individuais, estas aumentam seu poderio utilizando do intraempreendedorismo no sentido de desenvolvimento de seus negócios. As empresas por sua vez, analisando tais fatores, mudaram sua expectativa de colaborados, uma vez que este não é somente mais um número, mas sim um fator preponderante no alcance de resultados. Esta visão retrata o grande interesse organizacional para com o desenvolvimento destes no sentido de agregar em valor. A expectativa é do desenvolvimento fazendo com que este colaborados, sinta-se valorizado e participante de um processo de crescimento institucional. O intraempreendedor é a capacidade que o indivíduo possui de visualizar oportunidades futuras, sem ter a necessidade de sair do ambiente organizacional, com ideias e objetivos de inovação, aprendizagem, estilo comportamental e competitividade voltada ao sucesso do empreendimento. Busca o sentido da satisfação pessoal e vivencia o momento da realização, voltada a carreira profissional. Norteando este processo, tem-se o intraempreendedor como elemento que tem a liberdade para utilizar do poderio através de sua experiência como vantagem competitiva. Esta proposta tem como finalidade demonstrar como o intraempreendedor com o conhecimento pode contribuir para o desenvolvimento organizacional. E como objetivos específicos, reconhecer este profissional através da capacidade empreendedora, Entender o processo formativo e seus anseios e por fim entender o relacionamento no meio institucional. A pesquisa é caracterizada como de natureza básica, seguida por procedimentos qualitativos e bibliográficos. O intraempreendedor é um indivíduo dotado de conhecimento que precisa ser trabalhado para transformar seus conhecimento tácitos em explícitos ajudando a empresa a alcançar seus objetivos. Os líderes intraempreendedores se comportam de forma semelhante aos empreendedores proprietários, ou seja, são pessoas capazes de agregar valores as organizações. Com este estudo verificou-se que para que tenhamos líderes intraempreendedores em uma organização é muito importante que a própria organização seja empreendedora. Constatou-se ainda que não adianta a empresa ter uma liderança intraempreendedora, se sua cultura interna não seja empreendedora. Pode-se, portanto, concluir que, se por um lado o intra-empreendedor utiliza-se de toda sua criatividade para a implantação das inovações nas organizações, estas empresas por sua vez, devem retribuir proporcionando ambientes favoráveis ao intraempreendedor, oferecendo liberdade e recursos para que possam sugerir, implementar e praticar as novas ideias empreendedoras, advindas do espírito inovador destes intraempreendedores.

Palavras-chave


Liderança; intraempreendedorismo; organizações;



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC