LINGUAGEM MUSICAL: O CONHECIMENTO MUSICAL ATRAVÉS DOS BOOMWHACKERS

Aline Dallazem, EULA PAULA DIEL GRÖBE DOS SANTOS, MARCOS GENRRIK MATTOSO

Resumo


O presente resumo relata as experiências do estágio curricular obrigatório, do 7º semestre do Curso de Licenciatura em Música, no qual o grupo atuou em uma turma de 1º ano do ensino médio, em escola da rede estadual de Lages. Durante esse período foram desenvolvidas atividades objetivando o aumento do conhecimento musical através dos boomwhackers. A turma onde o estágio ocorreu possuía trinta alunos, na faixa etária de 14 a 16 anos. O objetivo geral do projeto era desenvolver o conhecimento da linguagem musical, visando contribuir para a formação integral dos alunos. Enquanto objetivo específico buscou-se enriquecer o conhecimento da linguagem musical dos alunos, através da prática de canto e percussão alternativa com ênfase no trabalho com os boomwhackers; desenvolver a criatividade, expressividade e corporeidade; estimular a prática coletiva; propiciar o prazer em fazer música mesmo não possuindo grandes habilidades para tal, estimulando o sentimento de pertencimento e identidade. Desta forma os conteúdos abordados foram divididos em três eixos: Investigação e compreensão (Percepção musical através dos boomwhackers); Representação e comunicação (melodia, harmonia, composição, execução); Contextualização sociocultural (Conhecendo os boomwhackers). Estes conteúdos foram realizados em sete intervenções, buscando a interação dos alunos por meio das atividades propostas. Todos os conteúdos foram trabalhados com ênfase na música “Stand by me” (canção gravada originalmente por Ben E. King, composta por Ben E. King, Jerry Leiber e Mike Stoller). Para embasar a metodologia proposta utilizamos nos amparamos em autores como CUERVO (2008), GOHN (2003), KUHLMANN (2013), FIGUEREDO (2004), LOUREIRO (2003).No início de cada intervenção o grupo procurava recapitular os assuntos abordados nas mesmas, para certificar um aprendizado efetivo dos educandos devido às práticas realizadas. Ao término das intervenções, foi realizada a execução da peça supracitada com os Boomwhackers, como uma forma de devolutiva para que houvesse reflexão e valorização dos conhecimentos e práticas desenvolvidos durantes as intervenções. Percebeu-se a interação e a intimidade dos alunos com a música, percebeu-se também, em todos os alunos, até mesmo aqueles que não possuíam experiência musical, uma percepção desenvolvida ao ponto de corrigirem seus erros e os dos colegas. Podemos afirmar que os objetivos propostos foram cumpridos e que tivemos êxito em um importante objetivo, que era o de proporcionar o prazer da realização e prática musical para todos os educandos independente de seus conhecimentos sobre a música.

Palavras-chave


Estágio; Linguagem musical; Boomwhackers.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC