MUSICA E POLITICA: PROCESSO DE ENSINO EM UMA ESCOLA ESTADUAL DE LAGES

Aline Dallazem, Gelson Oneres DALLAZEM, RODRIGO CESAR STANCK

Resumo


O trabalho desenvolvido pelo acadêmico do curso de licenciatura em Música, por ocasião do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), ocorreu em uma escola da rede de ensino estadual, com os alunos do 6º, 1º e 3º ano de Ensino Médio, no primeiro semestre de 2017. O projeto conta com o apoio e financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O objetivo principal consiste em contextualizar o período histórico da ditadura militar no Brasil por meio de análise dos impactos deste movimento no contexto musical da época e vice-versa, em comparação ao cenário político e musical contemporâneo, refletindo sobre o papel da música na sociedade, especificamente no contexto político. Procuramos resgatar artistas da época e contextualizar sua arte de maneira a apreciar e entender os motivos que o levaram a tal produção.

O período da ditadura militar no Brasil foi marcado principalmente pela mão de ferro do governo quanto às produções e manifestações artísticas populares, o que não é diferente em outros países, visto o poder da arte na opinião das pessoas. O autoritarismo se impunha de forma a inibir qualquer tipo de ideias que poderiam ser consideradas subversivas. Essa forma de dominação do governo nesse período causou danos a toda sociedade, e às produções artísticas como um todo, gerando prisões, exílios, desaparecimentos inexplicáveis, entre outras consequências. Neste cenário, a música surge como uma forma de lutar contra esse regime, pois tentava driblar as diversas formas de controle e de censura, por meio de letras em metáforas e agrupamento de pessoas.

Para atingirmos os objetivos propostos utilizamos as seguintes estratégias metodológicas: aula expositiva e dialogada, trabalho em grupo, práticas musicais coletivas, canto, percussão corporal, inserção de noções básicas de teoria musical. As abordagens deste processo foram embasadas nas reflexões de documentos norteadores da área: Lei de Diretrizes e Bases (BRASIL, 1996), Parâmetros curriculares nacionais: arte (BRASIL, 2001) e Proposta Curricular de Santa Catarina (SANTA CATARINA, 2014), bem como autores da área de educação musical como, PENNA (2010) e LOUREIRO (2003). Como resultados podemos destacar O incentivo à pesquisa sobre os diferentes contextos políticos e musicais do país, oportunizaram aos alunos o conhecimento do processo de investigação, e o reconhecimento de uma história que constitui sua própria história. A análise da produção musical permitiu aos alunos conhecer diferentes elementos desta linguagem, e sua função social, enquanto comunicação e expressão. A sensibilização à importância de refletir, analisar e discutir os movimentos da sociedade instigou os alunos a questionarem situações de vida que refletem em seu cotidiano, mobilizando-os a buscar formas de prevenção e solução para as mesmas.

Palavras-chave


Música; Política; Ditadura militar; História.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC