A POLÍTICA PÚBLICA DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

Neusa Maria Arndt Weinrich Araujo Schneider

Resumo


A presente pesquisa em desenvolvimento, tem como objetivo geral compreender qual a concepção de ensino-aprendizagem que os professores alfabetizadores construíram a partir da formação continuada oferecida pelo PNAIC. A abordagem sobre a política pública do PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa), instituído pelo Ministério da Educação, por meio da portaria nº 867, de 4 de julho de 2012, tem como meta alfabetizar todas as crianças da rede pública até oito anos, ou seja, final do 3º ano das séries iniciais. Para atingir esse propósito, a parceria entre Governo Federal, Estados e municípios foram fundamentais para o PACTO ser implementado. O principal eixo de atuação do PNAIC foi em investir na formação continuada do professor alfabetizador na busca de aprimorar sua prática pedagógica. Além deste eixo, também investiram em materiais didáticos, avaliação e gestão, mobilização e controle social. Buscamos com os objetivos específicos, analisar os registros que evidenciassem os aspectos da implantação desta política pública na rede municipal de ensino de Lages-SC, verificar se a concepção dos professores alfabetizadores está voltada para a alfabetização na perspectiva do letramento e identificar se o PNAIC contribuiu para a prática pedagógica. Esta pesquisa cumprindo os termos da Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, foi aprovada pelo CEP, sob parecer 63165616.2.0000.5368. Os sujeitos participantes da pesquisa foram 10 professoras alfabetizadoras que participaram continuamente da formação continuada do PNAIC desde sua implementação em 2012 até o ano de 2015, período estabelecido para estudo. A coleta de dados aconteceu por meio de entrevista semiestruturada, sendo que o diálogo foi gravado e transcrito. Para analisar os dados coletados, utilizamos o programa MAXQDA, que permite a leitura e a categorização a posteriori. Temos como pressuposto teórico, a contribuição de Lev Semenovich Vygotsky, Dermeval Saviani, István Mészáros, Magda Soares, Ezequiel Theodoro da Silva e Maria Selma Grosch, além de leis e estudo dos cadernos PNAIC. Portanto buscamos as contribuições das professoras alfabetizadoras que participaram da formação continuada no que se refere à teoria e à prática e os impactos desse processo nas metodologias utilizadas para alfabetizar as crianças nas séries iniciais da rede municipal de ensino de Lages-SC.

Palavras-chave


Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Formação Continuada. Alfabetização.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC