FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL: A MATERIALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS PROFA E PRÓ-LETRAMENTO NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE LAGES (2002-2012)

Ana Paula de Bona Sartor

Resumo


Com essa pesquisa, em andamento percebe-se que embora as políticas de formação continuada já tenham uma história importante, e muito se avançou na educação escolar, a partir dos processos desencadeados nos encontros de formação. O histórico de formação de professores tem se caracterizado por um acúmulo de conhecimentos – mas nem sempre sistematizado. Há uma sequência de encontros, processos, avaliações que se estendem por décadas, mas quando vamos pesquisar sobre o que mudou na formação de professores, a partir desses estudos, nem sempre encontramos registros escritos dos próprios professores sobre seu percurso histórico de formação. Nesse sentido temos como questão de pesquisa: Como este processo de formação aconteceu na Rede Municipal de Ensino de Lages no período de 2002 a 2012? Objetiva-se com a pesquisa compreender a concepção, a participação dos professores nos encontros de formação, a implementação e materialização das políticas públicas de formação continuada de professores na rede municipal de ensino de Lages (SC), no período de 2002-2012, a partir dos programas: PROFA (Programa de Formação de Professores Alfabetizadores) e PRÓ-Letramento (Mobilização pela qualidade na educação). Os sujeitos da pesquisa são 12 (doze) professoras que protagonizaram a implementação e a materialização das políticas de formação continuada na rede municipal de ensino de Lages. O projeto foi submetido à plataforma Brasil e aprovado pelo Comitê de ética em Pesquisa (CEP) da Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC, sob o registro nº 63121316.2.0000.5368, garantindo a responsabilidade ética do levantamento e uso dos dados coletados. Este trabalho terá como base teórica o materialismo histórico dialético. A pesquisa é de base qualitativa, e pretende-se captar as particularidades e experiências vividas pelos sujeitos envolvidos nesse processo investigativo. A estratégia usada para o levantamento dos dados de pesquisa foi a entrevista narrativa. As narrativas contribuirão para a reconstrução dos fatos históricos, recordar os momentos vividos e ressignificar alguns sentidos atribuídos às políticas de formação continuada de professores na rede municipal. Entrelaçar e reconhecer os dados pesquisados como cultura produzida pela sociedade, na perspectiva de pesquisar e reconstruir novos sentidos, a partir da compreensão e valorização da ação humana na constituição da sociedade. Os autores de base utilizados para fundamentar teoricamente as análises dos dados serão: Os autores de base utilizados para fundamentar teoricamente as análises dos dados serão: Vázquez (2011); Mészáros (2005), Lukács, apresentado por Mészáros (2013); Gramsci, historicizado por Nosella (2016), Saviani (2008), (2013) e Scheibe (1987), (2004), (2008), (2010).

Palavras-chave: Formação continuada. Políticas públicas. Materialismo histórico dialético.

Palavras-chave


Formação continuada. Políticas públicas. Materialismo histórico dialético.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC