Rastros (a)temporais do modernismo na constituição arquitetônica de Lages

Vanice dos Santos, José Alberto de Oliveira Grechoniak, Márcia Heck, Bruna Tratz Passos, Sarah Klauberg

Resumo


O presente trabalho tem origem no projeto contemplado pelo Edital nº 080/2017 - Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq UNIPLAC – 2017/2018. A pesquisa surge no curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIPLAC e desdobra-se pela interlocução entre as áreas da Arquitetura e Urbanismo e Filosofia, esta última interligada ao Programa de Pós-graduação em Educação - Mestrado Acadêmico, e na linha de pesquisa Educação, Cultura e Políticas Públicas da instituição. Objetiva identificar, nas áreas centrais de Lages/ SC, exemplares de casas que apresentem filiação ao período moderno da arquitetura brasileira, a fim de compor um catálogo local qualificado do ponto de vista arquitetônico. Observações preliminares indicam que existem na cidade edificações de programa residencial, com características do período de recorte (1930-1970), dotadas de interesse arquitetônico. Referenciada por literatura revisada sobre o assunto, o trabalho visa reconhecer os aspectos que as qualificam como relevantes, através da comparação com o panorama referencial fornecido pelas fontes bibliográficas e verificação in loco. As residências constituem parte valiosa do legado do período moderno da arquitetura brasileira entre os anos 30, quando ocorre a compreensão de novas potencialidades, e os 70, quando se diluem algumas de suas constantes atemporais. Contudo, o universo de obras reconhecidas e consagradas geralmente limita-se aos grandes centros, mais precisamente à ex-capital Rio de Janeiro e a São Paulo. Os desdobramentos e a multiplicação de parâmetros variaram regionalmente, mas é possível identificar elementos e características em cidades espalhadas Brasil afora. Especificamente em Lages, o proto-modernismo aparece na primeira metade do século XX caracterizado pela depuração de linhas e adições decorativas simplificadas; já no que tange à arquitetura moderna, poucos são os registros. Justifica-se a presente pesquisa, portanto, pela inexistência ou insuficiência documental e informativa a respeito das casas estudadas. O vocabulário moderno ou modernista aparece em algumas obras, reportando cânones e preceitos ou apenas convenções e apliques, atribuindo aos exemplares, assim, um grau maior ou menor de alinhamento ao moderno oficial. O intuito de identificar e registrar os exemplares, e disponibilizar esses dados num catálogo digital torna-se, portanto, preponderante, vindo ao encontro, ainda, do interesse dos recentes cursos de Arquitetura e Urbanismo, especificamente o da UNIPLAC. Questões relativas aos condicionantes locais, à situação, ao partido arquitetônico, às técnicas construtivas e à estética serão consideradas com o intuito de oferecer uma amostragem que poderá vir a contribuir no fazer arquitetônico local atual. Assim, pretendemos colaborar com os processos e resultados de uma pesquisa perpassada pela transdisciplinaridade.

Palavras-chave


arquitetura moderna; residências em Lages; catálogo digital



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC