ANÁLISE DA EMISSÃO DA PRESSÃO SONORA (RUÍDO) EM UMA EMPRESA DE CANCHEAMENTO DE ERVA MATE DO MUNICÍPIO DE RIO DAS ANTAS, SANTA CATARINA, BRASIL

Roger Francisco de Campos, Carol Aparecida Matias, Carol Schutz Wendling

Resumo


A pressão sonora indesejável denominada ruído é uma poluição que pode ocasionar efeitos negativos na qualidade de vida do ser humano, como também apresentar interação negativa com o meio ambiente, sendo uma poluição em sua maioria ocasionada por ações antropogênicas, onde devido a essas questões é de estrema importância analisar fontes geradoras de ruído, buscando uma melhor gestão ambiental sobre a poluição por ruído e consequentemente qualidade ambiental. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo analisar a emissão de ruído em uma empresa de produção de erva mate cancheada do município de Rio das Antas, Santa Catarina. Para o desenvolvimento do estudo foi analisado a emissão do ruído dB(A) com um decibelímetro da marca PLANAtc, devidamente calibrado - as analises foram efetuadas com 5 (cinco) leituras no intervalo de 5 (cinco) minutos, em 6 (seis) pontos amostrais. Os resultado apresentam que a empresa do estudo está de acordo com a legislação vigente NBR 10151 (ABNT, 2001), que estabelece que em área predominantemente industrial o Nível de Critério de Avaliação – NCA é de 70 dB(A), visto que só no processo de operação apresenta a emissão de ruído á cima do estipulado pela legislação, no entanto, os funcionários recebem Equipamento de Proteção Individual – EPIs para minimizar essa interação negativa do processo produtivo com os funcionários. Assim, o presente trabalho tem como perspectiva através dos resultados contribuir para os estudos ambientais do processo de licenciamento ambiental, como também complementar as informações do Plano de Gestão Ambiental da empresa -buscando o desenvolvimento de diretrizes ambientais para o ruído gerado pela empresa. O presente trabalho deixa como perspectiva a implantação de um Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, almejando a Higiene Ocupacional – HO dos funcionários, buscando não apenas minimizar a interação da poluição ambiental, mas sim englobar todas as questões burocráticas inseridas nas legislações por meio da HO.

Palavras-chave


Pressão Sonora; Ruído; Poluição Sonora



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC