DESCARTE DE EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS EM PROPRIEDADES RURAIS DA SERRA CATARINENSE

Maria Fernanda Oliveira da Silva, Larisa Morello, Simone Vassem de Oliveira, Kelly Scherer Oliveira, Lenita Agostinetto, Ana Emília Siegloch, Bruna Fernanda da Silva

Resumo


Desde a década de 50 o uso de agrotóxicos no Brasil tem aumentado em grandes proporções. Em 2008, o Brasil passou a ser o maior consumidor mundial destes químicos e seu uso desenfreado tem despertado preocupação, uma vez que, podem desencadear sérios problemas de contaminação ambiental e na saúde humana. Uma das formas de contaminação é em relação ao descarte inadequado das embalagens vazias dos agrotóxicos, que apesar da existência de legislação específica para tal, ainda são comuns os casos de descarte inadequado. Nesta perspectiva, este projeto de pesquisa tem como objetivo verificar como ocorre a deposição final de embalagens vazias de agrotóxicos na produção de Malus domestica Borkh. O presente projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da UNIPLAC, sendo aprovado sob o parecer nº 1.945.668. Esta é uma pesquisa de caráter quantitativo descritivo e prospectivo e está sendo desenvolvida em uma localidade rural do município de São Joaquim, SC com cerca de 100 pomicultores da região que cultivam maçã no Sistema Convencional ou Manejo Integrado de cultivo. A coleta de dados está sendo feita através de entrevistas presenciais e domiciliares aos pomicultores da região. Para a entrevista tem se utilizado um questionário semi-estruturado, com perguntas fechadas e algumas abertas. O questionário aborda questões acerca do descarte, tríplice lavagem, armazenamento e devolução de embalagens vazias, dentre outros. Após a realização de cada entrevista, é feito uma observação de campo em cada propriedade visitada, com objetivo de analisar o descarte das embalagens. Todas as informações levantadas com a observação são anotadas em uma ficha de coleta específica. A coleta de dados teve inicio no mês de agosto e até o momento foram entrevistados em torno de 30 pomicultores. Assim, os dados ainda estão em fase de coleta, organização e análise. Após o término das entrevistas e a organização total dos dados, estes serão submetidos aos procedimentos estatísticos descritivos (médias e porcentagens) e será feito uma associação dos dados com as variáveis mensuradas por meio da análise multivariada (PCA – Análise de Componentes Principais) pelo Programa Past. Ao final desta pesquisa espera-se contribuir na consciência sustentável e ecologicamente correta dos pomicultores entrevistados, incentivando-os à gestão adequada das embalagens vazias de agrotóxicos em suas propriedades.

Palavras-chave


embalagens de agrotóxicos; gestão de resíduos; Malus domestica; pesticida



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC