SOFTWARE PARA REDUÇÃO DE CUSTOS DE IMPRESSÃO

Wesley Alves Lemos

Resumo


Ao solicitar algo para uma impressora que não esteja configurada, uma quantidade desnecessária de tinta é gasta, e poucas pessoas se importam em como essa tinta é consumida, mas o que era para ser apenas um detalhe pode se tornar em algo grave quando se trata de empresas que imprimem milhares de documentos por dia. É muito custoso ter o frequente esforço de editar cada documento, alterar suas fontes, configurar as impressoras para trabalharem em modo econômico, e essa dificuldade fica mais evidente em artigos acadêmicos e documentos oficiais que exigem formatação definida. Então como aprimorar a gestão de economia de recursos de impressão em massa de forma automatizada mantendo a qualidade da impressão? Partindo do pressuposto de que certos tipos de fontes, por serem mais finas, gastam menos tinta que outras quando impressas, uma das soluções seria imprimir todos os documentos nesta fonte específica. Inclusive segundo uma série de testes realizados pelo blog Printer, foi descoberto que a fonte Century Gothic é a letra que exige menos tinta, consumindo cerca de 30% a menos que a popular Arial. Mas mesmo com essa diferença de consumo, o gasto é compensado pela quantidade de papel necessário, já que a Century Gothic usa um espaçamento maior. Neste caso a Times New Roman seria a melhor levando em consideração o custo-benefício (RAMOS, 2010) Acontece que regras em universidades e documentos governamentais delimitam a variedade de fonte que podem ser utilizadas, é inviável alterar a fonte de todos os documentos da Receita Federal, por exemplo, no máximo o papel seria impresso em modo rascunho, o que comprometeria a qualidade do resto do conteúdo. Estes procedimentos são muito limitados. Deverá haver uma forma de alterar os documentos antes de eles serem impressos, sem afetar seu formato ou comprometer a sua qualidade, independentemente do dispositivo utilizado. Seja qual for o tipo de arquivo que esteja na fila de impressão, todos são convertidos para um formato em comum que as impressoras possam entender, e enviados para a fila de impressão. Este formato é o EMF (Enhanced Metafile). Para a execução deste trabalho, primeiro foi feito um estudo sobre formas convencionais de economizar tinta, abrangendo os modos de impressão, técnicas utilizadas para fontes, etc. a fim de abstrair alguns métodos que têm potencial de serem aplicados ao algoritmo de otimização. Em paralelo foi desenvolvido um aplicativo piloto que utilize a plataforma .Net para conseguir informações básicas da impressora e acesso dos arquivos na fila de impressão. Em seguida, será implementado um algoritmo que edite estes arquivos aplicando as técnicas encontradas nas fases anteriores para serem validadas em testes de qualidade em impressoras reais. Por fim, será desenvolvida uma interface amigável para configuração básica do software, para então realizar as considerações finais deste projeto e apresenta-lo à sociedade acadêmica.

RAMOS, d. j. Dicas para economizar na hora de imprimir.13 abr. 2010. Disponível em: http://www.tecmundo.com.br/impressora/4046-dicas-para-economizar-na-hora-de-imprimir.htm. Acesso em: 18 jul. 2015.

Palavras-chave


Ecologia; Impressão



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC