Métodos de Inspeção

Leonardo Mendes Fernandes, Stéfano Frizzo Stefenon, Rafael Bartnik Grebogi, Jonatas Policarpo Américo

Resumo


As inspeções têm por objetivo identificar as irregularidades e anomalias existentes no sistema de distribuição, que se não corrigidas a tempo resultam em falhas e interrupções no fornecimento de energia elétrica, gerando prejuízos financeiros ou até mesmo humanos. Ao avaliar as condições do sistema de distribuição, a inspeção indica as prioridades para a execução da manutenção. É neste sentido, que a inspeção constitui etapa essencial é imprescindível do processo de manutenção. As inspeções deverão ser sempre feitas por pessoal especializado e treinado, que esteja familiarizado com os critérios e padrões de projeto e capaz de identificar as irregularidades nos materiais e equipamentos instalados na rede. É importante salientar que uma inspeção bem-feita conduz a uma grande eficácia no processo de evitar falhas no sistema de distribuição. A frequência da inspeção depende do equipamento, de sua tecnologia, das recomendações do fabricante, da experiência acumulada e do acompanhamento dos resultados dos diferentes tipos de manutenção. O processo de inspeções na rede de distribuição de energia elétrica é realizado diariamente por técnicos que vão a campo e realizam inspeção visual. Existem quatro categorias básicas de inspeção dentro delas cada uma com sua necessidade e equipamento que são:

- Inspeção Básica: Consiste em uma inspeção visual em todos os equipamentos, condutores, estruturas, conexões e acessórios das linhas de distribuição na média tensão com o objetivo de identificar defeitos que possam comprometer o desempenho do sistema, a segurança de eletricistas e terceiros que possam a vir se envolver em problemas futuros;

- Inspeção por Reincidências: Consiste em uma inspeção visual, em todos os equipamentos, condutores, estruturas, conexões e acessórios das redes de distribuição (média tensão e/ou baixa tensão) com o objetivo de identificar as causas de falhas momentâneas e/ou permanente que estão comprometendo o desempenho do sistema de distribuição;

- Inspeção Especial: Consiste em uma inspeção visual e/ou instrumental, específica em determinados equipamentos, condutores, estruturas, conexões e acessórios das redes de distribuição (média tensão e/ou baixa tensão) e eventuais interferências externas ao sistema com o objetivo de atender necessidades especiais como exemplo: exposições, shows, eleições, vestibulares, retirada de taquara, pipas, liberação para instalação de placas, inspeções exclusivas para postes de madeira e concreto, inspeções exclusivas para BT, Inspeção Termográfica, levantamento de árvores para poda, elevação do nível básico de isolamento ‘NBI’ etc).

- Inspeção de Emergência na Rede de MT: são inspeções não periódicas efetuadas para localização de falhas que provocam uma saída de operação do alimentador inesperada. Este tipo de inspeção é caracterizado pela intervenção na rede, visto que a equipe deve detectar o defeito e realizar sua correção de forma a restabelecer o sistema de distribuição o mais rápido que possível.

Palavras-chave


Inspeção, Sistemas Elétricos, Prevenção



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC