GESTÃO DOCENTE E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Elaine Ribeiro de Oliveira, Lurdes Caron

Resumo


A presente pesquisa é parte da dissertação de mestrado em andamento que propõe uma análise sobre a Gestão Docente e a Educação inclusiva na educação infantil. A educação infantil é uma das etapas mais importantes no contexto educacional. É nesse contexto que a criança tem a possibilidade de desenvolver-se integralmente, desde que na escola os professores e gestores tenham a visão do todo e prezem pela formação dessas crianças. Nesse sentido a pesquisa parte da pergunta: Quais os desafios e compromissos dos gestores educacionais e professores com relação ao processo de inclusão das crianças da educação infantil de Lages? Tem como objetivo geral Identificar os desafios e os compromissos dos gestores educacionais com relação ao processo de inclusão das crianças dos Centros de Educação Infantil do Município de Lages. E como específicos: Verificar nas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica (2013) e na Proposta Curricular do Município de Lages (2015), os conceitos de Infância, Inclusão e Gestão Educacional; Conhecer junto aos gestores educacionais quais os desafios e compromissos com o processo de inclusão de crianças nos Centros de Educação Infantil do Município de Lages. A pesquisa se caracteriza com abordagem qualitativa. A metodologia conta com pesquisa bibliográfica e de campo e os dados serão coletados diretamente nos Centros de Educação Infantil de Lages, utilizando como instrumento um questionário com questões semiabertas para quatro professores e quatro gestores e as observações registradas no caderno de campo. A análise e tratamento dos dados será com base na Análise Textual Discursiva de Moraes e Galiazzi (2014). O estudo terá ainda, pesquisa em fontes documentais (legislações, projeto político pedagógico – PPP e outras). A pesquisa bibliográfica será realizada em revistas, artigos científicos, dissertações, teses e em livros de autores como: Arroyo (2004-2013); Carvalho (2004); Cury (2012); Lopes (2011); Luck (2011); Mantoan (2015); Morin (2016); Paro (2010); Rego (2001) e outros. Consideramos que essa temática é relevante por contribuir na produção de conhecimento científico, à luz da legislação proposta e da pesquisa de campo. Como resultados parciais desta pesquisa, percebemos que já estamos auxiliando nas mudanças que se fazem necessárias no contexto da educação inclusiva na educação infantil de Lages, pode contribuir na formação de professores e em uma gestão democrática, participava e inclusiva. A pesquisa em andamento está aprovada pelo Parecer n° 1.611.485 do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da UNIPLAC, em 28 de Junho de 2016.

Palavras-chave


Educação Inclusiva, Educação Infantil, Gestão Docente. Gestão Educacional.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC