GRUPO DE EXPRESSÃO CRIATIVA NO CAPSad DE LAGES: POSSIBILIDADE DE INTERFACE ENTRE SERVIÇO SOCIAL E PSICOLOGIA

Patricia Pereira da Silva, Crislayne de Moura Ventura

Resumo


A expressão artística faz parte da história humana e tem acompanhado o desenvolvimento do homem desde os primórdios. Ela segue em constante evolução, juntamente com os movimentos sociais, transformando-se de ritual a uma manifestação da elite social. Nesta direção à expressão artística do sujeito associada ao ritmo, aos movimentos, a representação teatral, a linguagem não verbal e verbal são conexões necessárias atreladas ao movimento corporal e mental sendo recurso de suma importância para a prevenção, promoção e reabilitação psicossocial dos usuários de álcool e outras drogas. O Centro de Atenção Psicossocial - CAPSad, do município de Lages/SC, disponibiliza diversas propostas de atividades terapêuticas com viés da arte, entre eles o grupo de expressão criativa, que baseia-se em técnicas de teatro e expressão corporal, que tem como objetivo principal utilizar o recurso da arteterapia como estratégia terapêutica no serviço de saúde mental. O grupo de expressão criativa visa estimular os sentidos do sujeito através de técnicas expressivas, proporcionando-lhe um melhor desenvolvimento da linguagem verbal, corporal, das formas de expressão, interpretação, concentração e principalmente da capacidade de se relacionar com os outros refletindo livremente os sentimentos, tensões e desejos interiores. O grupo acontece uma vez por semana, nas quintas-feiras pela manhã, com duração de uma hora, sob-responsabilidade da psicóloga da instituição com apoio de uma estagiária de serviço social. Participam em média 12 usuários. Os recursos utilizados são bonecos de fantoches, técnicas expressivas, jogos teatrais, contos e fábulas, entre outros elementos, que são estabelecidos a partir da vivência singular de cada participante, bem como do coletivo. Neste sentido, a história, o enredo, os personagens, os cenários visam a expressão dos sentimentos de uma forma natural e dinâmica. Conforme Alves (2011) a arteterapia nos permite aturar em um contexto terapêutico diferente do tradicional, pois, ao invés da fala como instrumento, é utilizado o corpo como sinalizador e as mãos como meio criador. Desta forma, a criação artística tem sido utilizada como instrumento para manejo e conflitos e sofrimentos, das vivências que mobilizam o sujeito, que despertando as mudanças, o alívio e o autoconhecimento. Através do grupo de expressão criativa os usuários nem sempre precisam expressar verbalmente suas dificuldades, conflitos, medos, angústias, pois esses sentimentos e emoções são expostos por meio de resposta ao que está sendo vivenciado na atividade terapêutica. Neste sentido, a questão estética não tem muita importância, mas sim o caminho percorrido durante o processo criativo. No decorrer do desenvolvimento do grupo terapêutico, no período de um ano e meio foram observadas a evolução e alguns indicadores relevantes no tratamento dos usuários, ao que se refere tanto nos benefícios físicos, emocionais, cognitivos e sociais. Assim, identifica-se melhora no alívio do estresse e da ansiedade, elevação da autoestima e autoconfiança, desenvolvimento da autonomia, da memória, da atenção; melhora no senso de tolerância, autopercepção da expressão corporal, oral e emocional, reintegração, sentimento de valorização e utilidade, respeito mútuo, senso de responsabilidade. Acredita-se que, além dos benefícios citados acima, e a adesão dos usuários ao tratamento, o grupo também possibilita contribuir na formação profissional de acadêmicos de serviço social auxiliando no manejo de ações interdisciplinares, a partir do recurso da arte, tendo em vista que, os estudos revelam que um dos maiores desafios do SUS está na formação de profissionais que consigam desenvolver estratégias de cuidados humanizadas, criativas e principalmente atuando sob uma perspectiva multi e interdisciplinar.

Referências bibliográficas

ALVES, Fabiany. Técnicas Expressivas em Arteterapia: O encanto das Fábulas ao Encontro com a alma. Rio de Janeiro: Editora Wak, 2011.

Palavras-chave


expressão criativa, CAPSad, formação acadêmica



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC