LEVANTAMENTO DE CASOS DE INTOXICAÇÃO POR AGROTÓXICOS EM MUNICIPIO DA SERRA CATARINENSE

Tiago da Cruz Nogueira, Lenita Agostinetto, Ana Emília Sigloch, Larissa Morello, Simone Vassem de Oliveira, Kelly Scherer de Oliveira

Resumo


O aumento crescente da agricultura na Região da Serra Catarinense provoca o consequente incremento do uso de agrotóxicos, que pode culminar com o aumento dos casos de intoxicações humanas e colocar em risco à saúde do trabalhador rural e do ambiente. Este projeto em andamento tem como objetivo levantar informações sobre possíveis casos de intoxicação por agrotóxicos em municipio da Serra Catarinense. O estudo será realizado em duas etapas: na primeira etapa será desenvolvida uma pesquisa documental no Hospital de Caridade Coração de Jesus do municipio de São Joaquim, Santa Catarina, buscando fazer um levantamento sobre os casos de intoxicação por agrotóxicos na região através de consulta aos prontuários do hospital, identificando os principais sintomas relacionados com as vitimas da intoxicação. O levantamento consiste em determinar o número de casos de intoxicação por agrotóxicos ocorridas nos últimos dez anos na região, ou conforme disponibilidade de arquivos de prontuários do referido hospital. A segunda etapa consiste de uma pesquisa quantitativa, descritiva, prospectiva, por censo, e será executada na comunidade rural de Luisinho do municipio. Neste local será realizada entrevista por intermédio de questionário semiestruturado, com perguntas fechadas e algumas abertas, relacionadas à utilização de agrotóxicos e a intoxicação dos trabalhadores rurais do local. Para a execução da pesquisa serão respeitados todos os aspectos éticos durante o desenvolvimento da pesquisa, bem como, os limites da privacidade e legalidade. Este projeto foi encaminhado à Plataforma Brasil para avaliação pelo Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos (CEP) da Universidade do Planalto Catarinense, Uniplac, e somente terá início após sua aprovação. Os dados coletados apartir do levantamento dos prontuários serão contrastados com as entrevistas feitas aos pomicultores, e serão submetidos aos procedimentos estatísticos descritivos de acordo com sua característica. Espera-se ao final desta pesquisa orientar os agricultores em relação à utilização adequada dos agrotóxicos e desenvolver nos participantes do estudo e na comunidade onde o trabalho será efetuado, consciência sustentável e pensamento ecologicamente correto, incentivando-os à gestão adequada e a redução no uso dos agrotóxicos na propriedade.

Palavras-chave


Contaminação, Diagnóstico, Pesticidas, Saúde.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC