EXPERIÊNCIA DO ESTAGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO SERVIÇO SOCIAL NA SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Katia Oliveira, Audrilara Arruda Rodrigues Campos

Resumo


Introdução: Este relato se dá a partir do conhecimento vivenciado da inserção no campo de estagio obrigatório na Secretaria Municipal De assistência Social no município de Capão Alto SC enquanto acadêmica do Curso de Serviço Social da Universidade do Planalto Catarinense- UNIPLAC, no período de fevereiro a setembro de 2016. Objetivo: Desenvolvimento do senso crítico acadêmico para posturas profissionais com coerência ao seu objetivo enquanto profissional do serviço social, visando a garantia de direitos, a partir da reflexão aplicação da teoria e pratica. METODOLOGIA: O estágio proporciona ao acadêmico a experiência de ver o uso da teoria na pratica, visto como impossíveis de serem dissociáveis, a partir do momento que acompanha o Assistente Social no âmbito profissional no atendimento das demandas trazidas pelos usuários que vivenciam, situações de exclusão, vulnerabilidade social, situações que os impossibilitam de prover meios para a sua sobrevivência e de sua família como desemprego, vínculos familiares fragilizados, entre outros. São ofertados os serviços socioassistenciais garantidos na Política de Assistência social, tais como benefícios eventuais; Benefício de prestação continuada-BPC, Bolsa Família. A experiência adquirida ocorreu através da observação dos atendimentos, realizados pela assistente social em especifico concessão de benefícios que se dá através da utilização instrumentos técnicos operativos do profissional ,como visita domiciliar para conhecer a realidade social onde está inserido o sujeito, parecer social para a concessão do benefício instrumento construído com embasamento teórico para garantir os direitos, visando ofertar os serviços socioassistenciais na perspectiva de direito e inclusão social para que o quadro de exclusão seja superado. Considerações: Tendo enquanto concepção que o Serviço Social é pautado na defesa da efetivação dos direitos sociais, com objetivo de proporcionar melhorias das condições de vida da população que vivencia situações de exclusão esse processo de intervenção só é possível através do seu conhecimento teórico-metodológico, posicionamento ético-político, tendo conhecimento profundo do seu objeto de intervenção, e assim, buscando mecanismos para efetivar a sua pratica profissional na garantia dos direitos, por meio de embasamento teórico como forma de qualificar a práxis profissional.

Palavras-chave


prática profissional, estágio curricular



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC