INICIAÇÃO MUSICAL E A VALORIZAÇÃO DO FOLCLORE REGIONAL

Aline Dallazem, Gustavo Floriani, Henrique Mateus Oliveira Padilha

Resumo


O trabalho desenvolvido pelos acadêmicos do curso de licenciatura em Música, por ocasião do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), ocorreu em uma escola da rede de ensino municipal, com os alunos do 6º e 7º ano do ensino fundamental, no primeiro semestre de 2016. O projeto conta com o apoio e financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O principal objetivo do grupo de bolsistas foi construir com os alunos os conhecimentos básicos de música como, ritmo, andamento, noções básicas de técnica vocal e canto coral, execução de instrumentos percussivos confeccionados com materiais recicláveis, utilizando de músicas folclóricas, como forma de valorização da cultura regional, bem como propiciar aos licenciandos a prática da docência, qualificando sua formação. Para atingirmos os objetivos propostos utilizamos as seguintes estratégias metodológicas: aula expositiva e dialogada, trabalho em grupo, práticas musicais coletivas, canto, percussão corporal, inserção de noções básicas de teoria musical. Como as outras artes, a Música tem o objetivo de construir conhecimento, formar indivíduos por meio de vivências musicais, com exercícios criativos que os levem a ter melhor concentração, autoconfiança, coordenação motora, desenvolvimento do raciocínio, da percepção e memorização. Promove ainda por meio da socialização e com o desenvolvimento de trabalhos em equipe, a capacidade imaginativa e criativa das crianças. Deste modo, compreendemos que a musicalização com crianças deve ser um processo dinâmico e interessante, considerando ainda a importância de possibilitar a elas as mais diversas experiências musicais. As abordagens deste processo foram embasadas nas reflexões de documentos norteadores da área: Lei de Diretrizes e Bases (BRASIL, 1996), Parâmetros curriculares nacionais: arte (BRASIL, 2001) e Proposta Curricular de Santa Catarina (SANTA CATARINA, 2014), bem como autores da área de educação musical como, PENNA (2010) e LOUREIRO (2003). Como resultados podemos destacar a nossa observação em relação à melhora no desempenho escolar e de relacionamento das crianças envolvidas no trabalho. Características de sensibilidade e coletividade tiveram importante impacto, bem como o resgate da tradição das canções folclóricas regionais.

Palavras-chave


PIBID, Docência, Iniciação Musical, Canções Folclóricas



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC