FORMANDO LEITOR CRÍTICO ATRAVÉS DO USO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL.

Andressa Almeida Nunes, Gisele Santiago Hampel, Matheus Rosa da Silva, Samir Ribeiro de Jesus

Resumo


O presente trabalho de pesquisa tem como foco analisar a formação de um leitor crítico através do uso dos meios de comunicação. Vamos procurar saber quais são os motivos de o porquê é tão difícil que os adolescentes usem o senso crítico em suas leituras, mesmo vivendo em um mundo globalizado e cheio de informações? Para tanto, estabelecemos como hipóteses a serem analisadas: a falta de incentivo dentro e fora da sala de aula; o uso incorreto dos meios de comunicação; a falta de preparo dos professores da real importância do uso das tecnologias midiática e falta de recursos. Temos como nosso objetivo, aflorar dentro de cada estudante o senso crítico diante da interpretação de textos, tendo como aliado às tecnologias utilizadas durante o processo. Mais especificamente, proporcionar a evolução da interpretação dos alunos e motivar a emancipação de cada estudante em relação à leitura, deixando-o criar a sua própria identidade. A escolha desse tema dá-se pela importância de formar cidadãos críticos e conscientes do seu papel na sociedade. O aluno ao interpretar um texto e extrair informações, conseguirá mais do que simplesmente decodificar letras e sim desenvolver sua opinião em relação à leitura. Devido à falta de aulas mais dinâmicas e com o foco voltado exclusivamente para o aluno, essa aproximação entre estudante e leitura fica cada vez mais distante. A pesquisa desenvolve-se de forma qualitativa com resquícios da quantitativa, será aplicada em estudantes do 7° ano do ensino fundamental da Escola de Educação Básica Melvin Jones. Na primeira parte usaremos a observação para possamos coletar dados, essa observação será planejada para que toda a ação seja feita com sucesso e para que os registros sejam realizados com êxito. Na segunda parte, usaremos a abordagem da entrevista com os alunos para conhecermos o hábito de leitura de cada um, essa entrevista entre os alunos e os estagiários cria um ambiente agradável para uma analise mais profunda sobre a realidade dos estudantes. A geração de leitores críticos com a sociedade se dá através da leitura e para que a formação de um cidadão consciente de seu papel no mundo deve ser semeada no ambiente escolar. O maior prazer durante a participação neste projeto é à descoberta de novos leitores assíduos e conscientes, a criação de um hábito saudável de leitura e o desenvolvimento de textos por parte dos alunos. Sanar a falta da leitura nas escolas foi a principal motivação de levar até a escola aulas dinâmicas e oportunizar uma variedade de informações para os estudantes que hoje usam os meios de comunicação de forma constante, esquecendo que as vezes podemos usa-las para ler diversos textos, porém agora(depois da aplicação do projeto), de uma forma mais consciente e crítica.

Palavras-chave


Palavras-chave: escola; leitura; interpretação; crítico; qualitativa.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC