ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SERVIÇO SOCIAL NAS UNIVERSIDADES

Karoline Gonçalves, Delise Godoi Cardoso, Audrilara Arruda Rodrigues Campos

Resumo


Este estudo constituísse em uma exposição do trabalho do assistente social nas universidades, trazendo aqui os dados coletados durante uma entrevista realizada com a profissional atuante na Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC. A entrevista teve como objetivo conhecer a prática profissional do assistente social inserido nas universidades. A proposta surgiu da Disciplina de Serviço Social e Organizações para conhecer as demandas enfrentadas pelos profissionais de serviço social no primeiro, segundo e terceiro setor. Para tanto, realizou-se uma entrevista com a assistente social da Universidade do Planalto Catarinense-UNIPLAC e esta nos possibilitou conhecer a atuação deste profissional na instituição. Verificou-se que o trabalho do Assistente Social está voltado para a análise de todas as documentações dos processos seletivos de bolsas de estudos, sendo elas de recurso financeiro do Estado ou do IES. Entre as principais bolsas de estudos analisadas pelo profissional está a do Artigo 170. A profissional desenvolve ações especificamente voltadas para análise das condições de vulnerabilidade dos inscritos nestas bolsas de estudos, observando se estes possuem ou não dificuldades no pagamento das mensalidades de forma parcial ou integral. O acadêmico precisa estar regularmente matriculado em um dos cursos de graduação da instituição e consultar os editais disponibilizados que informam todas as documentações necessárias. Esses processos seletivos ocorrem semestralmente, no primeiro momento a assistente social realiza análise das documentações e, caso seja necessário, são realizadas entrevistas e visitas domiciliares. Segundo a profissional não são realizadas reuniões avaliativas junto os acadêmicos. Aponta ainda como um ganho para a profissão a fixação da carga horária de 30 horas semanais. O trabalho do assistente social nas universidades tem por objetivo realizar ações para a emancipação e garantia de direito dos usuários. As universidades estão inseridas no terceiro setor, e este é marcado por incertezas e instabilidades, sendo assim para desenvolver um trabalho efetivo, precisa-se compreender em qual contexto social, econômico e politico a instituição e os acadêmicos estão inseridos. Outro ponto a destacar é que através da instrumentalidade o assistente social pode modificar e transformar a realidade social das demandas trazidas a ele dentro da instituição.

Palavras-chave


Serviço Social; Terceiro Setor; Universidade



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC