OS CONTOS DE RUBEM FONSECA SOB A PERSPECTIVA DO ENSINO CRÍTICO DA LÍNGUA PORTUGUESA

Paloma Borges Pietro, Samir Ribeiro de Jesus

Resumo


As instituições educacionais não apresentam projetos que propiciem a análise dos problemas e conflitos sociais presentes no cotidiano, ao contrário, se empenham em ocultá-las e, consequentemente se distanciam do real. Contudo, a literatura contemporânea é uma forte aliada do docente, para a transformação desta realidade. Sendo assim, este relato de experiênica tem como objetivo principal analisar os contos de Rubem Fonseca, sob a perspectiva do ensino crítico de Língua Portuguesa. Portanto, propiciar a compreensão do ambiente social, estimulando que os educandos tornem-se jovens aptos a combater as injustiças e disparidades sociais. Além disso, pretende-se estimular o hábito da leitura, valorizar a literatura brasileira e romper com o ensino mecanicista de Português. Dessa forma, o presente estudo foi empregado em uma escola pública de Lages, mais especificamente aos estudantes do Ensino Fundamental, contando com a participação de educadores e adolescentes. Já em relação à apresentação dos contos de Fonseca, a leitura dramatizada e uma palestra sobre a importância de ler, seguida de um questionário, destacam-se como aspectos metodológicos, bem como a análise literária e sociológica dos contos. Ademais, pode-se destacar que esta investigação procura pautar-se no princípio da interdisciplinaridade, isto é, da união de diversas áreas do conhecimento. Além de atender aos temas transversais, propostos pelos PCNs, pois os contos de Fonseca retratam aspectos da ética, cultura, sociedade, economia, meio ambiente, etc. Esse relato de pesquisa, também, buscou utilizar os contos como instrumento da teoria de Gramsci, ou seja, validar a tese de que o escrito literário só é legítimo, caso consiga comunicar-se com o leitor e instigá-lo a compreender o meio que o cerca. O trabalho, almeja mais do que simplesmente compreender os contos, e, sim, apresentar uma nova perspectiva para uma aula prazerosa e válida de Língua Portuguesa e/ou Literatura Brasileira. Uma vez que, é por meio do ensino de Literatura, na escola, que o educando aproxima-se de sua realidade, livra-se do ensino homogeneizante, que dissimula a diferença social e transforma-se em um ser autônomo, livre e ciente da diversidade histórica e cultural.

Palavras-chave


Educação, Língua Portuguesa, Contos, Rubem Fonseca, Leitura



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC