PROTÓTIPO DE UM SISTEMA PARA ACOMPANHAMENTO DISCENTE DA INSTITUIÇÃO SENAI/LAGES

Karine Alessandra Córdova, Ramon Wolff Zaccaron

Resumo


A educação profissional é um conceito de ensino regido pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (BRASIL, 1996 - Lei 9394) complementada pelo Decreto 2208, de 17 de abril de 1997 e reformado pelo Decreto 5154, de 23 de julho de 2004. “A educação profissional é a criação de cursos voltados ao acesso do mercado de trabalho, tanto para estudantes quanto para profissionais que buscam ampliar sua qualificação.” (LIMA FILHO, 2012, online). O SENAI contribui com a educação profissional, pois segundo o próprio site da instituição trata-se de uma: “Entidade integrante do Sistema FIESC, o SENAI Santa Catarina apoia a indústria com a formação de profissionais de nível técnico, superior (com cursos de tecnologia) e pós-graduação. Também oferece cursos de formação de aprendizes e de formação profissional inicial e continuada (qualificação e aperfeiçoamento), além de oferecer cursos sob demanda para empresas e instituições, inclusive na modalidade à distância.” (SENAI, online). Complementando o que foi citado anteriormente, trata-se de uma instituição privada, mas que é aliada a muitos órgãos públicos, por este motivo mais de 70% de suas atividades são disponibilizadas gratuitamente. A unidade do SENAI de Lages é uma das 54 unidades instaladas em todos os polos industriais e econômicos de Santa Catarina. Um dos métodos de avaliação utilizado pela instituição é o conselho de classe, que trata-se de um espaço onde pode-se estudar com mais atenção cada aluno individualmente, trazendo resultados muito significativos. Muitas vezes no conselho de classe pode-se observar alguns problemas e dificuldades que passam despercebidos na sala de aula, junto com o restante de sua turma. Nestes momentos de avaliação pode-se observar todas as dificuldades, anseios, esforços e oportunidades de melhoria, para que saiam do SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) com perfil profissional para atuar nas áreas que escolheram. Com base em relatos da própria coordenação pedagógica do SENAI Lages, foi colocado de maneira muito clara as dificuldades que possuem hoje no desenvolvimento dos conselhos de classe, que geralmente são realizados a cada 3 meses. Estes momentos necessitam de muitos registros, que se tornam muito repetitivos, demorados e cansativos, pela quantidade de alunos e turmas que a instituição possui. Visando aumentar a qualidade dos serviços prestados pelo corpo discente da instituição, encontrou-se a necessidade do desenvolvimento de um protótipo de sistema web para auxiliar no processo de informatização de dados de conselhos de classe. Algumas vantagens já podem ser observadas, como a substituição de folhas de papel para diagnosticar e manter as situações dos alunos, segurança da informação, porque apenas usuários cadastrados terão acesso, ausência de retrabalho, pois o sistema já irá disponibilizar os formulários pré-formatados com as observações mais utilizadas. Não será mais necessário buscar fotos de identificação de alunos em outros sistemas, já que o mesmo irá disponibilizar esta função. E por fim, não será mais realizada a devolutiva individualmente, aluno por aluno, pois serão enviadas por e-mail estas informações. Além de que para o corpo docente, o sistema irá gerar relatórios de alunos aprovados, reprovados, concluintes e desistentes para maior controle das turmas. O desenvolvimento deste sistema basicamente irá organizar e centralizar melhor os dados desta organização, fazendo com que a coordenação e professores possam realizar um trabalho mais individualizado e de melhor qualidade. O projeto cujo objetivo é protótipo de sistema web para auxiliar no processo de informatização de dados de conselhos de classe para a unidade do SENAI em Lages, tem como estrutura quatro etapas principais: 1. Estudar a metodologia utilizada atualmente para a realização dos conselhos de classe, elencando seus pontos positivos e negativos; 2. Pesquisa explanatória na área da Educação / Conselhos de Classe / Uso da Tecnologia na Educação; 3. Pesquisa explanatória na área de Desenvolvimento de Sistemas Web/Gerenciamento de Projetos Levantamento de requisitos e modelagem do sistema utilizando métodos ágeis; 4. Implementação e conclusão do projeto. A primeira etapa deu-se pela realização de entrevistas com o próprio corpo docente do SENAI Lages, a fim de obter informações sobre a deficiência do método atual e quais novas ideias são válidas para compor o sistema. Na segunda etapa iniciou-se a pesquisa na Educação / Conselhos de Classe / Uso da Tecnologia na Educação, com objetivo de fazer uma retrospectiva sobre a história da educação no Brasil, foi utilizado como referência o livro de Silvia Maria Manfredi, cujo título é Educação Profissional no Brasil, onde a autora cita os momentos mais importantes que o país passou para se instituir escolas de educação profissional. Nesta etapa, foi necessário também ler bibliografias sobre o conselho de classe, momento tão importante na avaliação dos alunos. Já a segunda área de pesquisa, que é mais técnica, teve como base muitos livros de linguagens de programação e métodos ágeis para desenvolvimento e gerenciamento do projeto. Nesta fase pode-se destacar os artigos e livros publicados por Tim Berners Lee e as normas do W3C (órgão mundial que padroniza o desenvolvimento web), que foram escolhidos de acordo com as necessidades do projeto. Na terceira etapa, iniciou-se a fase de modelagem do sistema, nesta fase o sistema começou a tornar-se real, através do estudo realizado anteriormente, neste momento, pode-se escolher as tecnologias que iriam ser utilizadas no desenvolvimento. O atual estágio do projeto trata-se do desenvolvimento do sistema que já está sendo realizado, com a finalização e implantação até Novembro. Após o término do projeto, por tratar de uma ferramenta tecnológica, espera-se que haja uma otimização bastante significativa com o desenvolvimento do sistema, que as pessoas envolvidas, tenham um parecer satisfatório e que realmente consigam alcançar os objetivos propostos. Como resultado final, deve-se obter uma otimização nos conselhos de classe com a informatização dos dados, facilitando a gestão e acesso a dados importantes e modificando também o processo de devolutiva de conselho de classe, fazendo com que o mesmo seja mais fácil, rápido e seguro.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação, 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em 24 de mar 2016.

LIMA FILHO, Domingos Leite. Educação Profissional (2012). Disponível em: http://www.epsjv.fiocruz.br/dicionario/verbetes/edupro.html. Acesso em 04 jul de 2015.

SENAI. SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2015.

Palavras-chave


Educação profissional, Conselhos de classe, Informatização e Qualidade.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC