ESTRATÉGIA AMAMENTA ALIMENTA BRASIL: ESTIMULANDO O ALEITAMENTO MATERNO E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL EM CRIANÇAS DE ATÉ 2 ANOS DE IDADE

Vanessa Cruz Correa, Rithiele Carbonera Bassuli Muniz, Luana Silva Vieira Coelho, Karine Aparecida Simião, Suian De Liz Gonzaga dos Santos

Resumo


O aleitamento materno deve ser a primeira prática alimentar das crianças, para garantir asaúde e desenvolvimento natural, saudável e completo. Implementar na rotina das Instituições Hospitalares pediátricas e em Unidades Básicas de Saúde a promoção, a proteção, o apoio ao aleitamento materno e a introdução dos alimentos complementares saudáveis no tempo oportuno é uma importante estratégia. Para isso, é necessáriooferecerà gestante,àpuérpera, às mães eaos familiares,atividades educativas visando reforçar e incentivar o aleitamento materno exclusivo e a introdução de alimentos saudáveis para as crianças até dois anos de idade. A partir da junção da Rede Amamenta Brasil e da Estratégia Nacional pela Promoção da Alimentação Complementar Saudável em 2012, várias ações vêm sendo implementadas na Região da AMURES e a UNIPLAC dá neste projeto de extensão a continuidade destas ações. O objetivo deste projeto é proporcionar conhecimentos para gestantes, puérperas e familiares, sobre alimentação saudável para crianças de 0 a 2 anos de vida, a fim de aumentar os índices de aleitamento materno exclusivo e reduzir o desmame precoce Unidade de Saúde e ambiente hospitalar.O projeto será desenvolvido em uma ala de Internação de um Hospital Infantil da Serra Catarinense e em duas Unidades Básicasde Saúde, uma no município dePainel/SC e outra no município de Lages/SC.As atividades ocorrerão nos meses de setembro a outubro de2016, sendo que cada local desenvolverá o total de 3 encontros (1 encontro por semana). Nas Unidades Básicas de Saúde participarão gestantes e familiares cadastrados nas Unidades. No Hospital Infantil, participarão puérperas e familiares de crianças internadas na referida unidade durante o período de execução do projeto. A metodologia adotada será a oficina de aprendizagem, onde se instiga a participação de todos,estimulando a partilha de vivências em situações semelhantes àquelas encontradas na vida real entre os mediadores (estudantes de enfermagem) e os participantes. Nas oficinas, os mediadores utilizarão além da discussão circular, vídeos, simulação de situações reais com o auxílio de materiais educativos como, por exemplo; modelos de mamas e bebês.Espera-se que os participantes sintam-se preparados para manter o aleitamento materno exclusivo aos recém-nascidos até o sexto mês de vida e a manutenção da amamentação, após este períodojunto da introdução de alimentos saudáveis e adequados para o desenvolvimento infantil. Espera-se ainda que possam identificar precocemente o manejo inadequado do aleitamento materno, aplicando medidas preventivas,tornando-se multiplicadores dos benefícios e vantagens do aleitamento materno exclusivo e alimentação saudável para a saúde das crianças, puérperas e sociedade.

Referências: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: nutrição infantil: aleitamento materno e alimentação complementar / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2009.

Palavras-chave


Aleitamento materno, enfermagem



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC