RELATO DE EXPERIÊNCIA: CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNIVERSITÉ DU QUÉBEC À TROIS-RIVIÈRES – CANADÁ

Matheus Melo

Resumo


Trata-se de um relato de experiência com base no programa Ciência sem Fronteiras, financiado e desenvolvido com o auxílio do CNPq. O intercâmbio deu-se durante os meses de setembro de 2015 a agosto de 2016, na Université du Québec à Trois-Rivières, na cidade de Trois-Rivières, Canadá; sendo apresentado aqui a importância do projeto tanto para o acadêmico quanto para a universidade. O objetivo é expor um relato de experiência em meio acadêmico internacional, mostrando os diversos aspectos de períodos de estudo e pesquisa no exterior, de forma a possibilitar melhor compreensão do nosso meio, a partir da comparação entre os sistemas de ensino no Brasil e no Canadá. Também pretende-se encorajar, por meio deste, estudantes que pretendem seguir algum tipo de curso superior em outro país e/ou aprender e melhorar algum outro idioma. Quanto ao método, durante um ano de experiência, foram duas sessões de estudo e uma sessão de estágio em laboratório de pesquisa. As sessões de estudo se deram principalmente com dois programas distintos: Medicina e Biologia Médica, nas quais os cursos, exames e trabalhos foram seguidos com integração total nas respectivas turmas. O último período, de estágio, se deu em Oncologia Molecular, no qual técnicas de biologia molecular, como Western Blot e Cultura Celular e competências em análise de dados foram desenvolvidas e/ou aprimoradas. Tendo em vista que o método de ensino na maioria das escolas médicas canadenses se baseia no PBL – Problem Based Learning, o mesmo utilizado na faculdade de medicina da Universidade do Planalto Catarinense - Uniplac, houve muita confluência de assuntos e métodos, o que possibilitou grande oportunidade de aprendizado e aproveitamento acadêmico. Além disso, a imersão linguística e cultural permitiu aprimoramento e posterior fluência na língua francesa canadense, algo dificilmente alcançado em meio brasileiro. Durante o período de estágio, existiu participação em projeto de pesquisa relacionado à cascada de ativação proteica da proteína AKT, implicada na quimiorresistência dos cânceres de ovário e endométrio, o que permitiu grande aprimoramento em técnicas de bioestatística e biologia molecular. Considerando os fatos mencionados, fica evidente que tal oportunidade proporcionou um ganho não apenas acadêmico, mas também pessoal, justificando uma maior necessidade, principalmente por parte da Universidade, de investir em mais projetos semelhantes para futuros estudantes.

Palavras-chave


intercâmbio, Canadá, medicina, pesquisa



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC