ESTRESSE OCUPACIONAL EM PROFESSORES EFETIVOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO MUNICIPAL EM UMA LOCALIDADE DA SERRA CATARINENSE

Lenita Agostinetto, José Bossle da Conceição, Marina Patricio Arruda

Resumo


A importância da atividade docente, cuja demanda profissional ao longo do tempo tem passado por complexas alterações tanto com relação a novas tendências pedagógicas, exige constante e contínuo aperfeiçoamento. As mudanças decorrentes das novas interações sociais trouxeram em sua complexidade situações nem sempre de acordo com os padrões sociais vigentes. Esse novo contexto no qual a escola se insere provoca aumento na carga de atividades pedagógicas do docente que culminam muitas vezes no desenvolvimento do estresse. Portanto, o objetivo deste projeto de pesquisa em andamento é investigar a ocorrência de estresse decorrente da atividade profissional dos professores efetivos e em atividade docente da rede municipal de educação publica no município de Lages, Santa Catarina. O estudo será realizado em 32 escolas de educação municipais (EMEBs) localizadas no perímetro urbano do município de Lages. Os participantes da pesquisa serão 256 professores efetivos e em atividade da rede municipal independente da carga horária exercida, e escolhidos por conveniência apartir de uma população de 640 professores. A pesquisa terá abordagem exploratória, descritiva e quantitativa, e será realizada pela aplicação do questionário Escala de Estresse no Ambiente de Trabalho, adaptado de Paschoal (2012). O questionário será constituído de 23 questões fechadas que abordarão a interação do profissional com o ambiente de trabalho, buscando identificar os possíveis agentes estressores. Será considerado critério de exclusão os profissionais efetivos da rede municipal que se encontrem em qualquer tipo de licença, em funções administrativas, gestão escolar e em atividade de apoio pedagógico, além dos professores admitidos em caráter temporário da rede municipal e os professores da rede estadual e privada de ensino. Os dados obtidos pelos questionários serão submetidos à análise estatística através de testes paramétricos pelos softwares estatísticos BioEstat 5.0 e o software PSPP, ambos open source. Espera se com a pesquisa contribuir para a melhoria das condições de trabalho dos profissionais da educação municipal e aperfeiçoar a qualidade de vida no trabalho destes profissionais, reduzindo possíveis problemas de saúde, que possam prejudicar a plena execução de sua carreira profissional.

Palavras-chave


Educação municipal, Escola, Estresse, Professor.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC