AS POLÍTICAS EDUCACIONAIS NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL. UMA AS POLÍTICAS EDUCACIONAIS NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL. UMA ANÁLISE A LUZ DA TEORIA MARXISTAANÁLISE A LUZ DA TEORIA MARXISTA

Susana da Silva Pires de Liz, Audrilara A.R. Campos, Laura Aparecida Mendes, Karoline Gonçalves

Resumo


O presente estudo trata-se de um projeto de pesquisa em fase de desenvolvimento, vinculado a linha de pesquisa da UNIPLAC: Educação, cultura e políticas públicas, de acordo com o edital nº 35/2015. Esta investigação nasceu com a intenção de estudar o processo de formação dos alunos do curso de Serviço Social da UNIPLAC na perspectiva do materialismo histórico dialético, corrente epistemológica adotada pela Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social para a formação profissional do Assistente Social no Brasil. A pesquisa traz como tema: As Políticas Educacionais nas Práticas Pedagógicas do Curso de Serviço Social. Uma análise a Luz da Teoria Marxista.O objeto de pesquisa será o curso de Serviço Social na UNIPLAC. Os sujeitos que participaram desse processo investigativo são: Coordenador, docentes das disciplinas específicas, discentes da 5ª e 7ª semestre e egressos que concluíram no período de 2010-2014. Utilizamos a matriz sociológica do materialismo histórico dialético de Karl Marx. Os tipos de pesquisa utilizado são exploratória, bibliográfica, documental, pesquisa de campo e estudo de caso de caráter quali-quantitativo. Nossa discussão perpassa da seguinte indagação: De que forma as políticas educacionais estão presentes nas práticas pedagógicas do curso de Serviço Social na perspectiva marxista? Tendo como objetivo deste estudo analisar de que forma as Políticas Educacionais estão presentes nas práticas pedagógicas do curso de Serviço Social da UNIPLAC no período de 2010 a 2014. Essa investigação visa fortalecer as práticas pedagógicas do curso, permitindo uma reflexão crítica sobre as políticas educacionais que permeiam as práticas pedagógicas dos docentes, buscando compreender como o materialismo histórico dialético contribui na formação profissional dos acadêmicos e os impactos que esse processo de formação traz na sociedade onde estão inseridos os profissionais com esta formação ideológica. Os principais autores que estão contribuindo para as reflexões são Iamamoto (2007- 2010), Silva (2009), Netto (2014), Faleiros (2014), Almeida (2005), Boneti (2007) e Bardin (1977). Os resultados parciais desta investigação apresentam uma boa aderência do coordenador, docentes e discentes do curso. Esse público apresenta 49 sujeitos. Destes, 53,3% participaram da pesquisa. Verificou-se uma fragilidade na participação dos egressos. Entre os 24 concluintes dos anos 2010 – 2014, apenas 1,2% participaram da pesquisa. Constatamos entre os discentes pesquisados que 52% descreveram que conhecem parcialmente o Projeto Político Pedagógico do Curso de Serviço Social. Já 48% relatam pouca divulgação desse documento. Sobre a compreensão da perspectiva epistemológica do curso - materialismo histórico dialético, verificou-se que 41% dos discentes possuem um conhecimento superficial dessa temática, 37% não possuem conhecimento, 9% com pouca compreensão, 9% não responderam e apenas 4% compreendem esta matriz epistemológica adotada na formação profissional. Esperamos que esta pesquisa venha contribuir como uma ferramenta para compreensão do real de forma concreta e objetiva, permitindo conhecer e discutir como o processo de formação desenvolvida pelo curso de Serviço Social da UNIPLAC, pode contribuir para a qualidade de vida da população atendida, permitindo refletir e avaliar as práticas pedagógicas desenvolvidas no curso, bem como contribuir para melhorias e aperfeiçoamento desse processo de formação.

Palavras-chave


Serviço Social, Marxismo, Políticas Educacionais, Práticas Pedagógicas



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC