ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL

Vivian Fatima de Oliveira, Bianca Pocera Albino, Idiane Pereira do Prado Pires, Jean Gell Pires, Jessica Pimentel de Liz, Jordana Aguiar, Maria Dulce de França, Leticia Leorato Baldo

Resumo


A adolescência é um período complexo e decisivo em relação ao futuro, na vida de muitos jovens a realização acadêmica é uma problemática bastante presente e escolher uma profissão, significa apostar em um projeto de vida, um modo de conquistar autonomia, reconhecimento e estabelecimento de um papel social. Muitas vezes, a família, a escola e a sociedade não tem buscado investimento nesse aspecto, e sim na classificação em vestibulares e concursos concorridos, sem lembrar da satisfação profissional (RAMOS e LIMA, 1996). O Projeto de Orientação Profissional busca auxiliar jovens em idade escolar a fazer a escolha profissional a partir do estudo de seus interesses e habilidades. O objetivo geral deste projeto é auxiliar alunos matriculados no terceiro ano do ensino Médio de escolas públicas, jovens da comunidade externa que procuram este atendimento no Serviço Escola de Psicologia, bem como alunos da UNIPLAC em processo de transferência interna de curso, na busca da reescolha profissional. Como objetivos específicos se tem: Oportunizar aos jovens participantes uma reflexão sobre o processo de escolha profissional; Auxiliar na resolução de conflitos inerentes a identidade profissional e pessoal; Caracterizar profissões e o mercado de trabalho; Orientar alunos da UNIPLAC encaminhados pela Secretaria Acadêmica por meio de documentação específica, em situação de reescolha profissional; Possibilitar aos acadêmicos de Psicologia a aprendizagem prática de dinâmicas de grupo, atendimentos individuais e técnicas psicológicas relacionadas a orientação profissional; Fomentar a criação de um grupo de pesquisa multidisciplinar sobre o tema da orientação profissional. A metodologia do trabalho se direciona em levar aos participantes informações sobre a realidade de trabalho e as necessidades do país; a aprendizagem formativa, desenvolvendo um conhecimento progressivo do sujeito por meio de conhecimentos e ensaios sobre distintos papéis sócio-laborais; a aprendizagem da autonomia responsável e cooperação solidária. Com o auxílio de um orientador e de posse de informações acerca da realidade profissional, o jovem terá mais liberdade e clareza para realizar a sua escolha e desenvolver o seu projeto profissional. Sendo assim, os acadêmicos de Psicologia coletam os dados dos participantes, que respondem atividades de questionários, realizam leitura e discussão de textos, elaboração de cartazes com colagens, dinâmica de grupo sobre as profissões, vídeo aula sobre mercado de trabalho e campo de atuação e testes psicológicos que avaliam interesses profissionais. Por meio das respostas das atividades realizadas, os acadêmicos juntamente com seus professores orientadores, analisam o material coletado, observam as habilidades e interesses dos adolescentes e realizam considerações a respeito no momento da devolutiva aos participantes. Conclui-se que a atividade de orientação profissional permite não só ao acadêmico de Psicologia exercitar as habilidades desenvolvidas nas Unidades de Aprendizagem de Avaliação Psicológica, Desenvolvimento Humano, Dinâmica de Grupo, Entrevista Psicológica, como também inserir esse futuro profissional junto a comunidade, em especial a comunidade de jovens e adolescentes que passam por transformações e escolhas.

Palavras-chave


Orientação Profissional; Psicologia; Adolescência



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC