VIVENCIANDO A MÚSICA ATRAVÉS DO CANTO LITÚRGICO

Rauoni dos Santos, Jayson Ribeiro, Rafael Machado, Larissa Ribeiro, Isabel Ceron

Resumo


O presente trabalho refere-se a um projeto de estágio que foi desenvolvido pelos acadêmicos Jayson Ribeiro, Larissa Ribeiro, Rafael Machado e Rauoni Fernando Borba dos Santos do oitavo semestre do Curso de Licenciatura em Música (Convênio FUMDES), compreendendo a quarta etapa da disciplina de Estágio Curricular Obrigatório a ser desenvolvido em instituições informais de ensino. O projeto intitulado “Vivenciando a Música em suas Diversas Formas” trouxe como tema “Vivenciando a Música Através do Canto Litúrgico”. Esta etapa do estágio ocorreu na Igreja Nossa Senhora da Saúde que fica localizada na Rua Pero Vaz de Caminha, bairro Guarujá, envolvendo os integrantes da igreja interessados em melhorar a forma de execução dos cantos nas missas. A proposta de estágio trouxe como objetivo geral a ideia de proporcionar uma vivência musical através do canto litúrgico trazendo orientações sobre a prática e uma melhora no quadro musical da instituição e como objetivos específicos, buscou trabalhar exercícios comuns da prática coral (alongamento, respiração, vocalize, e etc.), o uso do canto litúrgico refletindo a realidade dos integrantes da comunidade e sua função na instituição e a propiciação de atenção maior à área musical da instituição, além de exercer a prática profissional do estágio supervisionado. A metodologia consistiu em inicialmente conhecer como eram as práticas do canto nos serviços da igreja e como as pessoas as faziam, a partir daí, se deu início ao trabalho de aperfeiçoar o que já sabiam sobre o canto e sanar as dúvidas que apareciam em algumas peças. Cantos como “Buscai Primeiro” foram trabalhados das mais diversas formas, trazendo aos integrantes como uma mesma música pode ser cantada. Outro exemplo é a música “Frère Jacques”, usada como exercício para o canto em cânone e exercitando a individualidade. A ideia para esta prática se baseou na necessidade da igreja em aperfeiçoar as práticas do canto, já que estas se encontravam de forma deficiente em termos como afinação, ritmo e andamento. A partir da atuação dos estagiários, houve melhoras significativas e ao final das intervenções ficou notória a evolução dos participantes em termos de técnica e o quanto os mesmos estavam satisfeitos com a forma como o canto foi trabalhado. O trabalho não só somou aos estagiários como futuros professores de Música, mas também aos integrantes da igreja e a comunidade que relataram a melhora e o quanto estas práticas contribuíram para suas vidas.

Palavras-chave


Estágio; Prática Coral; Canto Litúrgico; Ensino Informal de Música



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC