EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO ESTRATÉGIA DE AMBIENTALIZAÇÃO CURRICULAR

Flavia Muriel Mendes Ramos Moro, Lucia Cecatto de Lima

Resumo


Esta pesquisa coloca em questões a análise, reflexão, organizacional da Educação Básica com dinâmica e mutuamente para uma visão socioambiental e interdisciplinar no campo de interações da vida social. Diante do diagnóstico, expressamos um caráter crítico para a transformação social e política dentro do paradigma da Educação Ambiental. No decorrer dos anos, nós seres humanos não prestamos atenção em nos considerarmos como parte deste meio, diante disto ocorreram várias degradações. Tal perspectiva vem tomando uma repercussão em nosso espaço relacional, onde o meio ambiente e nós pertencemos um ao outro, agregados, natural e culturalmente. Tomando como referência a Educação Básica, a qual visa estabelecer princípios básicos no âmbito de uma consciência crítica. Como educadores, somos designados em nossa habilitação, exercer um papel definindo estratégias que são decisivas no âmbito da educação básica e ambiental. A Educação Básica permeia na Educação Ambiental como um instrumento de cunho político e de transformações sociais. Contextualizando esse tema, ocorre uma crise de conhecimentos e pensamentos correlacionados com as relações de poder e consumo. Minha perspectiva é valorizar recursos naturais, como condição de sobrevivência, deslocando assim para uma alternativa dentro da Ambientalização curricular, com o objetivo em alcançar a reintegração da economia e reversão da degradação do meio ambiente, onde é possível dentro de nossas escolas, através deste olhar crítico, onde desvelamos as diversidades e os velhos parâmetros educacionais. Ambientalização curricular é uma forma de sistema de currículo ao meio ambiente, onde este é diagnosticado pela natureza e internalizado dentro do ambiente escolar Esta noção curricular é voltada diretamente na ideia, de um desenvolvimento de ações resinificando assim a Educação Ambiental. Diante deste marco visa-se o compromisso e transformação de relações sociedade- natureza integrando-os na sala de aula, considerando o sujeito na construção do conhecimento. Neste aspecto, a pesquisa analisa as várias dimensões e oportunidades de desempenhar ações no pensamento humano, com relação e respeito ao meio ambiente, definindo então um currículo internalizado.

Palavras-chave


Educação Ambiental. Conhecimento. Educação Básica. Ambientalização Curricular.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC