PAPEL DO ENFERMEIRO NA ASSISTENCIA AO PACIENTE EM HEMODIÁLISE: PREVENÇÃO E CUIDADOS DO CATETER DUPLO LÚMEN EM DOMICILIO

Silvia Muniz Garcia, Melici Zampoli

Resumo


A doença renal crônica emerge hoje como um serio problema de saúde pública em todo o mundo, sendo considerada uma “epidemia” de crescimento alarmante. O paciente portador da insuficiência renal crônica em tratamento hemodialítico, convive diariamente com uma doença incurável, e com um tratamento de longa duração. Junto com a doença vêm também limitações e complicações que tem grande impacto em sua vida e das pessoas que diretamente o rodeiam, a qualidade de vida é amplamente atingida. Com isso o enfermeiro possui importante função como educador, além do compromisso ético e profissional. Por isso é um dos grandes responsáveis por incentivar o autocuidado à saúde, visto que atua mais próximo aos pacientes. O objetivo desta investigação é avaliar o papel do enfermeiro em pacientes com insuficiência renal crônica submetidos a hemodiálise, por meio de cateter, vinculando-as com as intervenções de enfermagem, promovendo o autocuidado. OBJETIVO GERAL. Destacar o papel do Enfermeiro como incentivador da promoção do auto cuidado em domicílio, com pacientes em tratamento hemodialítico em uso de cateter duplo lúmen. OBJETIVOS ESPECÍFICOS. Observar, avaliar e descrever déficits frequentes de autocuidado em pacientes em uso do cateter duplo lúmen portadores de insuficiência renal crônica em tratamento hemodialítico. Destacar a importância do enfermeiro com incentivador do auto cuidado. Orientar os pacientes sobre os cuidados quanto ao manejo e manutenção do cateter duplo úmen.Promover o cuidado contínuo e eficaz. METODOLOGIA.Caracteriza-se por uma pesquisa convergente assistencial (PCA) na qual buscará a importância do papel do enfermeiro, como incentivador do auto cuidado em pacientes que fazem uso de cateter duplo lúmen para tratamento hemodialítico, com finalidade de proporcionar uma melhor autonomia e conscientização da importância do auto cuidado. SUJEITOS. Serão considerados sujeitos da pesquisa, pacientes que estão em uso de cateter duplo lúmen, recém-implantados em tratamento hemodialítico no Centro de Terapia Renal. COMPOSIÇÃO DA AMOSTRA. Serão considerados elegíveis, pacientes em uso de cateter duplo lúmen, com idade igual ou superior a 18 anos, que recém implantaram o cateter e estão em tratamento hemodialítico. Terá uma amostra de três (3) sujeitos, a fim de abranger ao máximo o problema investigado em suas múltiplas dimensões. ASPECTOS ÉTICOS. O estudo seguirá a Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde. Considerando o respeito pela dignidade humana e pela especial proteção devida aos participantes das pesquisas científicas envolvendo seres humanos; A garantia e eficácia pragmática dos códigos éticos e a moralidade da pesquisa com seres humanos são aspectos tão relevantes na PCA como em qualquer outra modalidade de pesquisa. CONSODERAÇÕES FINAIS. Espera-se, com a presente pesquisa, conscientizar o paciente da importância do auto cuidados para evitar as possíveis complicações infecciosas que ocorrem ao fazer uso do cateter duplo lúmen para o tratamento hemodialítico, que ainda é um desafio para o enfermeiro promover essa conscientização

Palavras-chave


HOMODIÁLISE



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC