SEGURANÇA DO PACIENTE: SENSIBILIZAÇÃO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM QUANTO A IMPORTÂNCIA DA NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES, EVENTOS ADVERSOS E QUEIXAS TÉCNICAS.

Lucimara Vingla Correia, Suellen Larice e Sá, Wellington Ruben Fernandes Ledur, Jaqueline Aparecida Erig Omizzolo

Resumo


Trata-se de um projeto de extensão originado nas disciplinas de Projetos de Cuidado Integral, do 7º e 8° semestres do curso de Enfermagem da Uniplac, a ser desenvolvido em parceria com o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) de um hospital geral do município de Lages/SC. Este estudo justifica-se, pois, no Brasil, de acordo com Capucho (2013), a implementação do Programa Nacional de Segurança do Paciente é importante e necessária, uma vez que se aplica o conceito de saúde que visa à prevenção quaternária, objetivando as ações prioritárias e metas para gestão dos riscos envolvendo a assistência à saúde, sendo a implantação do sistema nacional de notificações de incidentes, eventos adversos e queixas técnicas fundamental a avaliação da qualidade na assistência. Ainda, de acordo com o NSP, os profissionais de enfermagem do hospital de referência cenário, registram baixa adesão às notificações de incidentes, eventos adversos e queixas técnicas. Dessa forma, acabam por atuar sem avaliar seus processos de trabalho ou usar seus resultados para a melhoria contínua da qualidade da assistência prestada. O objetivo geral é sensibilizar a equipe de Enfermagem, de um hospital de referencia da serra catarinense, frente à importância da notificação de incidentes, eventos adversos e queixas técnicas, visando implementar ações para melhor qualidade na assistência ao paciente. Para o desenvolvimento deste projeto o caminho metodológico pauta-se na observação participante, que auxiliara à analisar a realidade em que estaremos inseridos, no intuito de motivar mudanças necessárias. O projeto será desenvolvido nas unidades de clinica cirúrgica, clinica médica masculina e feminina, junto às equipes de enfermagem (enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem), do turno vespertino, entre os meses de setembro e outubro do corrente. Para tanto, as etapas a serem desenvolvidas incluem a apresentação oral da proposta de estudo aos integrantes do NSP e aos membros das equipes de enfermagem dos setores cenários; o conhecimento do sistema de notificação de incidentes, eventos adversos e queixas técnicas e participar das notificações caso estas ocorram, por meio da observação participativa; a análise das notificações já registradas, pautando no preconizado pelo PNSP e Notivisa; e, a implementação de ações educativas junto a equipe de enfermagem, sobre o tema de notificações de incidentes, eventos adversos e queixas técnicas; Por meio de dinâmicas e metodologias ativas. Os dados levantados e observados serão registrados diariamente em diário de campo, para posterior leitura e analise dos resultados. Como resultados a serem alcançados, espera-se sensibilizar as equipes de enfermagem envolvidas no estudo, para a importância da notificação de incidentes, eventos adversos queixas técnicas, bem como, interferir positivamente no resultado da assistência de enfermagem, no que diz respeito à qualificação profissional permanente e no resultado dessas ações junto aos pacientes atendidos.

Palavras-chave


Segurança do paciente; Equipe de Enfermagem; Notificação



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC