QUÍMICA INOVADORA: METODOLOGIAS PARA UM ENSINO LÚDICO

Alessandra Caroline Macedo, Marcos Felipe Detânico, Ariane dos Santos Macedo, Maycon Cardoso Floriani

Resumo


Este trabalho em andamento vinculado à linha de pesquisa: educação, cultura e políticas publicas, tem como objetivoanalisara eficáciados métodos inovadores, onde servem como forma de auxiliar os alunos para que possam sair da monotonia do giz e da lousa e terem um melhor desempenho na disciplina e assim desconstruir os pré-conceitos por parte dos alunos, já que metodologias lúdicas são ferramentas importantes no ensino e aprendizagem de química.As disciplinas que corresponde a área das exatas, principalmente a químicanão é uma disciplina bem vista pelos alunos do ensino médio, a partir de pesquisas, bem como a partir de observações empíricas os quais definem a mesma como uma disciplina monótona e maçante, isso acaba sendo verdade na grande maioria das instituições básicas brasileiras, principalmente nas que não dispõem de muitos recursos físicos e tecnológicos, porém o principal responsável é o professor segundo observações empíricas, que muitas vezes já cansado e desanimado pela falta de motivação de seus alunos e de sua situação acaba corrompendo seu propósito de inovar e começa a transferir o conhecimento como depósitos em educação bancaria segundo Paulo Freire descreve no livro a pedagogia do oprimido..O lúdico é uma importante ferramenta de trabalho. Nossos instrumentos de pesquisa e coleta de dados terão embasamento nas teorias e conceitos de grandes revolucionários da educação, como por exemplo: Freire, Piaget, Vigotsky, Decroly,Elkonin, Huizinga e Freinet, proposta curricular de Santa Catarina entre outros onde mostram a importância que os métodos lúdicos proporcionam à educação, pois nos momentos de maior descontração e desinibição, facilitando a aprendizagem. O mediador, no caso do professor, deve oferecer possibilidades na construção do conhecimento, respeitando as diversas singularidades. Essas atividades oportunizam a interlocução de saberes, a socialização e o desenvolvimento pessoal, social, e cognitivo quando bem exploradas.É necessário, entretanto, ressaltar que este estudo tinha por objetivode avaliarseas técnicas e metodologias para o ensino de química são eficazes levando em consideração a percepção que os alunos tem em relação a disciplina de química, além de entender a os métodos de ensino pela perspectiva dos dissentes de escola púbica, não tendo sido objetivo do estudo generalizar os resultados para todas as condições de instituições escolares e docentes.No que tange ao referencial teórico e metodológico da pesquisa se classifica comoqualitativa, exploratória onde propomos desencadear um processo em relação às metodologias do ensino de química através de uma pesquisa bibliográfica, estudo de caso, saída a campo e analises de dados onde. A analise de dados será realizadaa partir de uma concepção histórica critica junto com proporções estatísticas encima do referencial teórico e os dados obtidos.Decidimos seguir este projeto de pesquisa para provar que mesmo com poucos recursos, os docentes têm condições de fornecer uma aula lúdica e atrativa para seus alunos.Nesse sentido, a comprovação dos métodos de ensino e aprendizagem ainda é um campo fértil de investigação e merece atenção por parte dos pesquisadores.


[1] Acadêmicos do curso de Licenciatura em Química na Universidade do Planalto Catarinense

Palavras-chave


Ensino inovador; Métodos Lúdicos; Química Atrativa; Educação.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC