AS PRÁTICAS ARTÍSTICAS NO CONTEXTO ESCOLAR

Anderson Eduardo de Barros, Gisele de Brito Prestes Neto, Doriane Mendes da Silva, Roseceli Martinhago Vieira

Resumo


Este trabalho apresenta o relatório de atividades/práticas desenvolvidas por ocasião do estágio curricular obrigatório – ECO, sendo esta, uma disciplina fundamental para exercer as práticas pedagógicas, seja ela em séries iniciais, finais ou até mesmo para uma formação continuada. Integrante da grade curricular e da ementa da Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC, no curso de Licenciatura em Artes Visuais – FUMDES, 8º semestre. A disciplina envolveu durante dois meses, três estagiários em um vínculo pedagógico com aproximadamente quinze professores e três alunos, sob a orientação da coordenadora de estágio. Tal procedimento ocorreu na Escola Municipal de Educação Básica Nossa Senhora da Penha, envolvendo uma oficina de Artes titulada como: As práticas artísticas no contexto escolar, nos dias 15, 22, de abril, e dias 07, 13, 18 e 20 de maio de 2015. Analisando as dificuldades dos professores em exercer as práticas artísticas dentro do espaço de sala de aula, notou-se a necessidade de proporcionar um aperfeiçoamento continuado para que este profissional, adquira experiências e habilidades para manipular técnicas diferenciadas na área das artes visuais. Com esta temática, objetivou-se contribuir para o conhecimento destes professores sobre estas técnicas, e como utilizá-las em âmbito educacional, independentemente da disciplina ao qual este professor leciona, contribuindo para o seu desenvolvimento cognitivo motor e expressões artísticas, estimulando-os a exercer práticas lúdicas em seu campo de trabalho e/ou área de atuação. Para o desenvolvimento deste projeto, utilizou-se de uma metodologia de ensino aprendizagem, ao qual priorizou aos participantes do curso, troca de experiências nas suas vivências através de oficinas ministradas com as temáticas: desenho, pintura, escultura, cerâmica e tecelagem. Em cada oficina, foram abordados aspectos teóricos e práticos sob a conscientização ecológica, sendo como recursos base os materiais recicláveis e alternativos. A disciplina de ECO, proporcionou aos acadêmicos e aos participantes uma formação continuada, concluindo que, ao realizar-se o curso, os acadêmicos conseguiram a contribuição da proposta, ajudando-os no desenvolvimento profissional de ambas as partes.

Palavras-chave


Palavras-chave: Estágio. Práticas Artísticas. Formação Continuada. Professores.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC