ESTUDO DE MERCADO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISPONÍVEIS E APLICADOS NA ÁREA DA SAÚDE NO SUL DO BRASIL

Salomão Eineck Júnior, Claiton Camargo de Souza

Resumo


O mercado de tecnologia da informação na área da saúde está crescendo cada dia. Segundo uma pesquisa feita pela empresa Hospitalar, o mercado de TI (Tecnologia da Informação) em saúde nos Estados Unidos tinha uma previsão de crescimento a uma taxa anual em média de 24% de 2012 a 2014. A tecnologia da informação na saúde é de grande importância no mercado e consequentemente traz grandes benefícios, não somente por deixar processos mais ágeis, mais também por trazer lucros as empresas que tem essa tecnologia. Porém mesmo tendo um grande crescimento no mundo, no Brasil essa tecnologia ainda não é tão conhecida, e o cenário ainda é pior na região sul do Brasil. Este trabalho tem como objetivo fazer um estudo de mercado e de sistemas de informação disponíveis e aplicáveis na área da saúde do sul do Brasil, abordando questões sobre polos de desenvolvimento, tipos de sistema, à procura de sistemas certificados, o custo dos sistemas, as plataformas de desenvolvimento e os tipos de clientes por região. No Brasil só existe um órgão que cuida de tecnologia da informação para a saúde, esse órgão é a SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde). A SBIS junto com o CFM (Conselho Federal de Medicina) tem um papel importantíssimo para a comunidade, pois criam desde 2007 normas, padrões e métricas para informatizar sistemas de informação em saúde, dando garantia que as informações como, dados pessoais dos pacientes, dados médicos e dados da própria organização estejam seguros de qualquer perca ou invasão. Até o momento só existem 27 sistemas certificados pela SBIS, vários podem ser os motivos, um deles por exemplo, pode ser o alto custo para certificar sistemas, que podem ultrapassar a casa de R$ 65.000,00. A pesquisa está sendo aplicada por meio de um questionário através de contato telefônico e e-mail, fato este que levou a submeter o trabalho ao CEP (Comitê de Ética em Pesquisa). O questionário foi formulado com base em artigos lançados pelo Sebrae e instituto PHD, que explicam detalhadamente como efetuar uma pesquisa mercadológica. Até o presente tem-se todo o referencial teórico do trabalho, onde foram abordadas questões como: pesquisa cientifica e pesquisa de mercado, certificações da SBIS e tipos de sistemas de informação para a área da saúde. A definição de amostragem é por região de cada estado onde foram selecionadas as duas cidades mais populosas, e também já foi validado o questionário com clientes e fornecedores. Ao final da pesquisa será possível ter uma ampla visão da região sul do Brasil em relação ao que os clientes mais procuram, ao custo que estão dispostos a investir, aos sistemas mais utilizados, se a certificação da SBIS está tendo uma grande procura e onde estão os maiores polos de desenvolvimento de sistemas de informação para a área da saúde no sul do Brasil.

Palavras-chave


Tecnologia, TIC, SBIS, Prontuário, PEP, Pesquisa de Mercado, Saúde, Sistemas de Informação.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC