O ENSINO DA CIDADE NAS AULAS DE GEOGRAFIA

Jhonatan Oliveira de Jesus

Resumo


A presente pesquisa em andamento, vinculada à linha de pesquisa Democracia, cidadania e sociedade da UNIPLAC tem como objetivo principal avaliar o ensino da cidade nas aulas de geografia no ensino fundamental e médio, com vistas a perceber a aplicação e o estudo desse conceito por parte de professores e discentes. Centro das principais relações de poder, que influenciam a vida tanto de quem mora nela como de quem mora no campo, a cidade é o lugar de muitas vivências, histórias que se cruzam, pessoas de diferentes lugares, sonhos, lutas e tantas outras práticas sociais. A importância da cidade na vida de cada um se manifesta todos os dias, embora muitas vezes nem seja percebida. Entretanto, nota-se que apesar de importante e fundamental o seu estudo, a cidade não costuma ser muito abordada em sala de aula. Mergulhado em tantos conteúdos, o professor acaba esquecendo-se de trabalhar o lugar onde ele e seus alunos moram, vivem e modificam o espaço geográfico. É comum ver-se o ensino sobre temas tão distantes (mas também importantes) como o continente Europeu, enquanto a cidade acaba sendo esquecida e deixada de lado. O estudante sabe dizer quais países compõem a Zona do Euro, mas fica calado ao ser indagado sobre como surgiu sua cidade, quais são as culturas que nela habitam, quais são as atividades que a movimentam. Este projeto de pesquisa vem resgatar o ensino desse conceito tão importante, numa perspectiva da sala de aula, para que estudantes e professores possam redescobrir onde estão e se encantar com sua construção e história. O referencial teórico que embasa este projeto de pesquisa têm como fontes os autores que estudam a temática cidade, tais como Milton Santos, Lana de Souza Cavalcanti, Amélia Luisa Damiani e documentos norteadores da educação como os Parâmetros Curriculares Nacionais e a Proposta Curricular de Santa Catarina. No que se refere à fundamentação teórica e metodológica esta pesquisa é considerada qualitativa. Com relação aos tipos de pesquisa no que tange aos objetivos, enquadra-se como pesquisa exploratória e quanto aos procedimentos técnicos caracteriza-se como estudo de caso. O lócus da pesquisa será a escola da rede pública, tendo como sujeitos alunos e professores de geografia. A coleta de dados se dará através da aplicação de questionário e realização de entrevista, com posterior análise realizada a luz da concepção teórica do materialismo histórico dialético. A sociedade que se quer, com qualidade de vida, só é possível com a consciência de cada um na importância de conhecer e exercitar seus direitos e deveres. Esse conhecimento e o reconhecimento da importância individual na construção do coletivo, só são possíveis quando existem verdadeiros cidadãos. Por isso, estudar o conceito de cidade é essencial para que esses e outros objetivos possam ser alcançados. É preciso conhecer o chão que se pisa para alçar voo.

Palavras-chave


Ensino; cidade; cidadania



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC