Recursos Avaliativos na Aprendizagem da Matemática

Marcos Alex Nicolaiko Cordova, Viviane Maria Luz de Chaves Nicolaiko Cordova, Thiaeles Souza Alves, Thiago Ebert, Lauro dos Santos Rodrigues Jr, Leandro Costa, Marileia Wolff Tubs

Resumo


A presente pesquisa é uma análise quantitativa, de um projeto de pesquisa das aulas de Pesquisa e Prática Pedagógica do Curso de Matemática, que tem foco os recursos avaliativos, adotadas em sala de aula, em duas escolas de educação básica do município de Lages/SC, sendo uma municipal e outra estadual. O tema do projeto de pesquisa é Recursos Avaliativos na Aprendizagem da Matemática. Estatísticas mostram que a avaliação de matemática, determinam resultados negativos da aprendizagem dos alunos. Quando uma avaliação é bem aplicada, serve de instrumento para o professor interpretar o desenvolvimento matemático de cada aluno, podendo dar continuidade aos conteúdos ou reelaborando estratégias para sanar dúvidas e dificuldades apresentadas na avaliação de conteúdos trabalhados. Mas, as aulas e as avaliações matemáticas ainda seguem modelos tradicionais, onde se utilizam somente de testes ou provas escritas. Com a evolução da informação e do conhecimento, cabe aos profissionais da área recorrerem a novos recursos para o ensino, mas principalmente para avaliar o conhecimento matemático do aluno e assim promover interesse e melhores resultados na aprendizagem. Com a pergunta porque ao invés de desenvolver atividades que avaliem e valorizem as atitudes, as habilidades e os conhecimentos dos alunos, a maioria dos professores ainda preferem a prova escrita para avaliar os alunos? A pesquisa justifica-se, pois diante da realidade encontrada no contexto escolar, mais especificamente no campo avaliativo da matemática, percebe-se resultados negativos em relação à aprendizagem da matemática, precisa saber se a maioria dos professores preferem na sua prática pedagógica utilizar métodos convencionais de avaliar, tendo em vista que na realidade escolar encontra-se diversos níveis de aprendizagem, com isso novas formas de avaliar os conceitos matemáticos pode ser no atual contexto social uma das preocupações dos docentes. Sendo a avaliação um processo contínuo e natural aonde os alunos desenvolverão atividades que avaliem suas habilidades, atitudes e conhecimentos, busca-se identificar os tipos de avaliação que são recorrentes na escola pesquisada, suas metodologias e, as alternativas diferentes da prova escrita. Como técnicas para coleta de dados foi elaborado um roteiro de observação quanto aos recursos avaliativos e uma entrevista semi estruturada para professores e alunos. Com os dados coletados foi feita a tabulação dos mesmos e a análise quantitativa. Os resultados analisados ainda são de caráter parcial devido a pesquisa estar em andamento, mas de modo geral mostram que, quanto aos professores nos métodos utilizados, tanto para desenvolver suas aulas como para avaliar seus alunos, na maioria das questões da pesquisa são semelhantes, ambos utilizam-se de provas escritas, avaliam comportamento e interesse dos alunos, curiosidades, frequência e criatividade. Os dados mostram ainda uma grande dificuldade dos alunos de como desenvolver seus conhecimentos matemáticos, assim como há falta de estudos. E nas propostas diferenciadas de avaliação, a maioria participaria, mas ainda existe resistência por parte do professor, talvez pela acomodação de fazer avaliações tradicionais.



Palavras chaves – Avaliação, conhecimento, habilidades, atitudes.

Palavras-chave


Avaliação, conhecimento, habilidades, atitudes.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC